Como ter hábitos alimentares mais saudáveis

Como ter hábitos alimentares mais saudáveis

Ninguém discute a importância de ter hábitos saudáveis, tanto para a saúde, quanto para a estética. Mas apesar da vontade de mudar os hábitos, especialmente na hora de comer, muita gente não consegue. Seja por não saber por onde começar, dizer que não ter tempo ou até por não saber quais mudanças são realmente importantes.

De acordo com a nutricionista Beatriz Botéquio de Moraes, o primeiro passo é estar disposto a realizar mudanças no seu dia a dia e assumir um compromisso. "Depois é enxergar a nova alimentação como algo prazeroso, nutritivo e saudável".

Beatriz explica que a tão sonhada "dieta saudável" precisa ter diversos nutrientes na alimentação diária: proteína, gordura, carboidrato, vitaminas, minerais e fibras. "As dietas que eliminam um desses nutrientes, como as que recomendam o consumo preponderante de proteínas, trazem resultados rápidos, porém, temporários. O que funciona a longo prazo é a moderação, e não exclusão de nutrientes, além da escolha dos alimentos certos".

Mas como escolher os tais ‘alimentos certos’ e não errar nas quantidades? De acordo com a nutricionista, os carboidratos, por exemplo, quando consumidos com pouca gordura e na versão integral, rica em fibras, fornecem energia para o corpo e podem ser fortes aliados no controle do peso, no funcionamento do intestino e na prevenção do diabetes. Alguns exemplos de carboidratos são: batatas, milho, macarrão e arroz integral. "Para não errar, feche a mão, terá um punho, certo? Esta é a quantidade de carboidrato ideal para uma refeição!"

Já na hora de escolher quais proteínas consumir prefira as magras. É que senão você pode consumir também gordura ruim para o coração. "Opções mais magras ou fontes de gorduras boas são os peixes, como o atum e o salmão, o peito de frango sem pele, laticínios com teor reduzido de gordura, e os feijões, como a soja e a lentilha. Eles são importantes por trazerem saciedade e fazer parte da estrutura do nosso corpo". Beatriz indica que esses alimentos sejam consumidos regularmente ao longo do dia.

Vitaminas, minerais e fibras funcionais também são bastante importantes e para consumi-las abuse do colorido dos vegetais em seu cardápio. É que as cores estão relacionadas a substâncias funcionais, que auxiliam na prevenção de doenças e proporcionam bem-estar. Se você não é muito fã de vegetais, Beatriz dá dicas para comer esse tipo de alimento.

"Para curtir mais estes vegetais, inove a salada com folhas diferentes e legumes crus em formatos e cores variadas, misture lascas de frutas, sementes, grelhe fatias de legumes, faça pacotinhos de vegetais e asse-os, ou refogue tiras de carne e legumes, todos ficam ótimos".

Industrializados

A correria do dia a dia faz com que a gente consuma muitos alimentos industrializados, especialmente nos intervalos das refeições quando estamos no trabalho, por exemplo. Mesmo comendo bem nas refeições, podemos nos prejudicar a busca pela alimentação saudável ingerindo muito sódio, açúcares e gorduras.


De acordo com a nutricionista Roberta Silva, nossa colunista, opções boas para consumir durante o dia são biscoito água e sal, fruta, iogurte, bebida à base de soja, biscoito maisena, torrada, suco de fruta, chá, biscoito doce (aveia, leite, mel), barra de cereais, frutas secas e pães integrais. Evite guloseimas!

Por Larissa Alvarez

Comente