Chega de barrinhas de cereais! Lanchinhos saudáveis mais criativos

Chega de barrinhas de cereais

Foto Blackstock Images/ http://bit.ly/IsgwiE

Recentemente, o Vila Mulher desenvolveu uma matéria sobre barrinhas de cereais, mais precisamente sobre como escolher as menos calóricas e mais saudáveis. E agora vamos aproveitar este gancho e esclarecer outra dúvida: quais alimentos podem substituir as barrinhas? Tudo bem que elas são gostosas, mas tem hora que enjoa, né?

Então com o Vila Mulher conversou com a nutricionista funcional e ortomolecular, Luciana Harfenist, do Rio de Janeiro, e pegou algumas dicas de como manter uma dieta saudável e dar um descanso para as barrinhas de cereais. Entre as opções estão as barras feitas com sementes e/ou frutas secas, que são mais nutritivas, e o um mix de oleaginosas (castanha da Pará + amêndoas + avelã + damasco seco), sendo que a quantidade total de mistura não deve ultrapassar duas colheres de sopa.

Frutas, saladas de frutas e sucos de abacaxi, melancia e melão, por serem nutritivos e com baixa caloria, também entram na lista. "Iogurte é sempre uma boa poção, hoje encontramos versões com leite de ovelhas para as pessoas que têm alergia ao leite de vaca, e o de soja", diz Dra. Luciana. "Bananada sem açúcar é uma delicia e quebra aquela vontade de comer doce", completa.

As bolachinhas costumam ser feitas com farinha refinada e não alimentam, mas para quem é fã das iguarias pode optar pelas que são sem glúten e com fibras integrais, livres de gordura hidrogenada, podendo consumir no máximo 30g ao dia (dependendo do tamanho, de três a cinco bolachas). "Inclua na lista também os biscoitos de polvilho, uma boa saída para quem restringe o glúten da dieta, mas é importante ressaltar que 30g do produto tem até 140kcal", diz a nutricionista.


Os cookies também são bem-vindos nos lanchinhos intermediários. Dra. Luciana indica aqueles que são feitos com farinha 100 % integral, livres de gordura hidrogenada e com frutas e sementes aparentes. "Dessa forma ingerimos pequenas quantidades mais naturais de alimentos com no máximo 5g de gordura por porção", diz.

Independente de ser barrinha de cereais, frutas variadas ou bolachinhas, o certo mesmo é nunca deixar o estômago vazio muito tempo. Entre o café da manhã, o almoço e o jantar, procure sempre comer alguma coisinha saudável. "Os lanches entre as refeições são muito importantes para a manutenção do metabolismo, pois ajudam a diminuir a ansiedade e a regular o apetite", afirma a nutricionista.

Juliana Falcão (MBPress)

Comente