Cápsulas de óleo de peixe - novidade para emagrecer

Óleo que emagrece

As cápsulas de óleos funcionais tornaram-se aliadas de muitas pessoas que desejam obter eficiência no emagrecimento. Dentre as diversas opções disponíveis no mercado o óleo de peixe tem se destacado e conquistado cada vez mais adeptos.

O motivo para tais fatores é que seu consumo ajuda a reduzir os níveis lipídicos séricos e reduz a inflamação - ambos estão associados ao risco de doenças cardiovasculares. "Ele auxilia na redução dos níveis de colesterol ruim no sangue e ainda diminui a possibilidade de adquirir diabetes tipo 2", explica a nutricionista Noadia Lobão.

O óleo de peixe é rico em ácidos graxos de poliinsaturados ômega 3 (Ácido Eicosapentaenoico - EPA e Ácido Docosahexaenoico - DHA), indispensáveis para a formação das estruturas celulares. Os ácidos EPA e DHA são encontrados nos tecidos dos peixes de água fria, como salmão, cavala, atum, arenque e sardinha.

"Consumir ômega 3 pode melhorar a sensibilidade do corpo à sua própria insulina. Em outras palavras, ele aumenta a fluidez da membrana celular para a absorção de nutrientes - incluindo absorção da glicose - que favorece a perda de gordura corporal de modo saudável", relata Noadia.

Associado a uma dieta equilibrada, a nutricionista relata que é possível notar a diferença de peso em apenas 30 dias. "Recomenda-se, normalmente, a ingestão de 2g de óleo de peixe ao dia, ou seja, 2 cápsula de óleo de peixe de 1g, contendo 600 mg de ômega 3", informa ela.


Essas cápsulas devem ser ingeridas junto com as principais refeições, sendo elas almoço e jantar. "Qualquer pessoa pode tomá-las, desde que siga a orientação de um especialista", diz ela. E alerta: "Apenas pessoas com sensibilidade ao peixe devem evitar o consumo devido aos efeitos colaterais".

Por Stefane Braga (MBPress)

Comente