Alimentos que combatem a TPM

Alimentos que combatem a TPM

Grão de bico é um dos alimentos que tem vitamina B6, por isso ajuda a controlar a TPM

Se tem uma coisa chata, é TPM! Ruim para nós e para todo mundo que está por perto. Os sintomas físicos e comportamentais causados por alterações hormonais no período pré-menstrual alteram significativamente nossa vida nesses dias.

Os mais comuns são irritabilidade, ansiedade, mau humor, indisposição, tensão nervosa, depressão, dores de cabeça e retenção de líquidos. Esse ultimo, no verão é o nosso principal inimigo, afinal as mulheres acabam ficando ainda mais inchadas por causa da alta temperatura.

Ter uma boa alimentação é a melhor saída para driblar os sintomas. A nutricionista e colaboradora da Natural em Casa, Audrey Abe, conta que alguns alimentos ajudam a minimizar a TPM e acabam com a retenção de líquido e irritabilidade. "A baixa serotonina - substância que traz sensação de bem-estar e prazer - pode ser controlada através do consumo de alimentos ricos em vitamina B6, magnésio e ácido fólico. Essas substâncias que ajudam a converter o triptofano em serotonina, melhorando a disposição e controlando a oscilação de humor", explica a nutricionista.

Confira a lista de alimentos que possuem esses nutrientes e que devem estar sempre no seu cardápio:

- Vitamina B6: cereais, banana, leguminosas (soja, grão de bico, feijão, lentilha), oleaginosas (nozes, castanhas).

- Magnésio: vegetais folhosos escuros, cereais integrais, oleaginosas.

- Ácido Fólico: vegetais folhosos escuros crus (rúcula, almeirão, escarola, couve).

- Triptofano: açaí, banana, damasco, cereais integrais.

Outros hábitos também ajudam e muito a melhorar a qualidade de vida nos dias de TPM, confira mais dicas da nutricionista:

- Neste período, deve-se diminuir o consumo de sal, e evitar alimentos e produtos industrializados que contêm conservantes a fim de controlar a retenção hídrica. Para isso, vale também aumentar o consumo de alimentos diuréticos como o alface, pepino, aipo, alcachofra, salsinha, melancia, tomate, melão, morango, abacaxi e beber bastante água;

- A cafeína deve ser evitada, pois estimula o sistema nervoso central, piorando os sintomas de irritação, nervosismo e dores de cabeça. Sendo assim, além do café, diminua também o consumo de chá preto e refrigerantes que contêm essa substância;

- Apesar da vontade de comer doces, controle-se para não ver o número da balança aumentar, após ter passado esse período;


- Além da alimentação, inclua na rotina diária alguma atividade física que o agrade (corrida, musculação, pilates, yoga, natação, hidroginástica ou caminhada) para estimular a liberação de endorfina, amenizando ainda mais os sintomas.

Comente