Alimentos que ajudam no raciocínio

Alimentos garantem saúde vitalidade e boa memória

Foto: FreeDigitalPhotos http://bit.ly/JHVdLe

Uma boa alimentação não torna as pessoas mais inteligentes, porém alguns alimentos podem estimular a neurogênese (nascimento de novas células nervosas), melhorando a capacidade cognitiva e assegurando funções nobres do cérebro como o raciocínio e a memória.

Os nutrientes dos alimentos atuam no funcionamento do cérebro como um todo e sozinhos não fazem milagres. Para evitar a degeneração do cérebro; o sistema nervoso necessita de um equilíbrio entre ingestão de carboidratos, proteínas, gorduras e nutrientes antioxidantes.

Conheça alguns alimentos que podem ser incluídos facilmente na dieta alimentar e dão uma força extra para o cérebro:

- A gema de ovo, por exemplo, rica em colina, ajuda o organismo a produzir o neurotransmissor chamado acetilcolina, fundamental para a memória. Outros alimentos ricos em colina: nozes, granola, pistache, peixes, brócolis e couve-flor.

- O ômega 3 (ácido graxo encontrado na sardinha, salmão e atum) não só favorece o nascimento de novos neurônios no cérebro como protege os já existentes. Ele se incorpora às membranas das células nervosas que formam os circuitos responsáveis por funções como a memória e aprendizagem. Não é à toa que pesquisas vêm mostrando sua utilização na redução dos riscos do mal de Parkinson (caracterizado pela morte de neurônios). Além disso, previne o Alzheimer, pois aumenta a fabricação de uma proteína que, em baixos níveis, contribui para a doença.

- Outro nutriente que protege o cérebro é a vitamina E, encontrada nos óleos vegetais, nos ovos e nas nozes. Ela está associada à baixa incidência do mal de Alzheimer.

- Se a pretensão é ficar mais atento, alimentos e/ou bebidas que contêm cafeína ajudam. A cafeína pode ser encontrada nos seguintes alimentos: chá preto, chá mate, chá verde, chá branco, café, refrigerantes a base de cola e chocolate.

- Se vive tristonho e desanimado sem motivo, inclua no prato: grão-de-bico, ervilha, feijão, banana, milho, leite e derivados, arroz integral, espinafre e mel. Eles ajudam o organismo a fabricar serotonina, famosa por promover a sensação de bem-estar. Além deles, nutrientes antioxidantes como o magnésio (cereais integrais e frutas secas) e selênio (frutas oleaginosas, atum, semente de girassol e cereais integrais), de alguma maneira, também modulam o nosso humor.

Vilões do cérebro

Já as carnes vermelhas, são consideradas vilãs do cérebro, pois possuem um grupo de substâncias nocivas chamadas aminas, que danificam o DNA e causam doenças neurodegenerativas, além de cardiopatias e cânceres.


Isso não significa que se comer carne a pessoa ficará doente; mas, a quantidade consumida ao longo da vida pode determinar o aparecimento de doenças neurodegenerativas no futuro.

O açúcar é outro vilão do cérebro. Em excesso, leva a pequenas inflamações que danificam os neurônios.

Por Carmem Sanches

Comente