Alimentação para equilibrar a pressão arterial

Alimentação para equilibrar a pressão arterial

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a hipertensão é responsável por metade de todas as mortes por derrame e problemas cardíacos no mundo. Porém, de acordo com a nutricionista da Clínica Center Life, Thais Pillotto Duarte, uma boa alimentação pode ser uma forte aliada na luta contra a doença.

Alimentos ricos em cálcio, magnésio e potássio ajudam a manter a pressão arterial estabilizada e podem ser acrescentados à dieta para potencializar o efeito da redução do sal.

Dados da Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH) indicam que no Brasil a doença atinge cerca de 25% da população. Cerca de 50% desses pacientes estão na terceira idade e 5% são crianças e adolescentes. A maioria das pessoas desenvolve a doença depois dos 25 anos, motivados principalmente pelos hábitos da vida moderna.

A nutricionista explica que o potássio é fundamental para algumas funções do corpo. Ele ajuda na regulação do sistema nervoso e nas funções renais, cardíaca e muscular. Além disso, ajuda no bom funcionamento do pâncreas. "O potássio pode ser encontrado em bananas, batata, feijões, abacate, água de coco, beterraba, damasco, entre outros alimentos", ensina a nutricionista.

É fundamental consumir alimentos ricos em potássio, mas é importante saber que a maior parte deste nutriente é perdida na água com a fervura e cozimento dos alimentos, então, a melhor forma de consumi-los é na forma crua ou cozido à vapor.

O cálcio também ajuda a controlar a pressão arterial, atua na cicatrização de feridas e produz enzimas importantes do corpo que estão relacionados com a digestão e metabolismo. "O cálcio pode ser encontrado no leite e seus derivados como iogurte e queijo, semente de gergelim e em vegetais de cor verde escuro, como couve e espinafre por exemplo", diz.

O magnésio desempenha um papel importante no metabolismo, colabora em mais de 300 reações químicas no organismo, contribui na síntese de proteínas e também ajuda nas funções de algumas enzimas do corpo. O mineral é necessário para a produção e transporte de energia no corpo e também ajuda a regular a pressão arterial de uma forma natural. O magnésio está nas folhas verde-escuras, feijão, maçã, cacau e abacate. Também pode ser encontrado em cereais integrais e seus derivados, como granola, aveia, farelo de milho e gérmen de trigo e em nozes e sementes, como girassol, gergelim, amendoim e castanhas. 

A recomendação do Ministério da Saúde é que sejam consumidos no máximo 5 gramas de sal por dia, o equivalente a uma colher de chá. Para saber a quantidade de sal em um alimento é preciso multiplicar o valor de sódio no rótulo do alimento por 2,5. Por exemplo: um produto com 500 mg de sódio tem 1,25g de sal.

"Consumir sódio em excesso contribui significativamente para o aumento da pressão arterial. Cada grama de sal contém 400g de sódio, no entanto, vale lembrar que o sódio está presente naturalmente em muitos alimentos, e que alguns tipos de alimentos como macarrão instantâneo e caldo de carne chegam a ter mais de 1000g de sódio por porção", finaliza.

Por Jessica Moraes

Comente