Alho-poró e suas mil e uma utilidades

Alhoporó e suas mil e uma utilidades

Foto: FreeDigitalPhotos http://bit.ly/JHVdLe

Há alguns anos, utilizar o alho-poró na cozinha era o sonho de toda dona de casa, pois o ingrediente era exclusivo dos grandes chefes, por ser caro e difícil de ser encontrado. Hoje já não é mais assim. Muitas pessoas até plantam a hortaliça em casa. Conheça a versatilidade desse alimento tão em moda ultimamente.

O alho-poró é uma planta muito antiga, utilizada pelos egípcios, gregos, romanos e muito popular no País de Gales. É uma planta da mesma família da cebola e do alho. Pode ser consumida tanto crua, quanto cozida.

Sua parte branca, mais suave, é consumida com variações nas preparações da culinária japonesa e francesa. As folhas verdes podem ser utilizadas para temperar sopas. Meia xícara de alho-poró contém somente 15 calorias, com grande quantidade de vitamina C, fibras, minerais e cálcio.

Como plantar

O solo deve ser úmido e bem drenado e precisa ser adubado com fertilizantes para o plantio da hortaliça. O alho-poró precisa receber muita luz e ser irrigado uma vez por dia, no período da manhã ou no fim do dia. Ele se adapta a temperaturas entre 5ºC e 35ºC. A germinação acontece no prazo de oito dias. Quando a planta estiver um talo comprido e rústico, medindo aproximadamente 4 x 21 cm, é o momento de ser retirada.

Como usar

O vegetal pode ser preparado inteiro ou fatiado, refogado, cozido ao vapor ou assado; e, em seu cozimento, deve sempre ficar al dente, para que não perca a textura e o sabor delicados (além de evitar que exale um cheiro forte de enxofre). Também é ótimo para recheio de tortas, cremes, suflês e risotos. O vinagrete de alho-poró é criativo e suave, vai bem com peixes e carnes brancas. Uma das maneiras mais tradicionais de usar o alho-poró é em sopas. Ele pode substituir a cebola e deixa as preparações mais suaves, além de engrossar levemente o caldo das receitas.

Como armazenar

Quando for comprar prefira os mais finos, que são mais macios, e escolha os que têm a mesma proporção de parte verde e branca. Elimine as folhas externas e mais duras. O alho-poró pode ser conservado na geladeira envolvido em um saco plástico, próprio para alimentos, ou em saco de papel por três ou quatro dias. As sementes de alho-poró têm validade curta, o ideal é armazená-las em latas fechadas e lugar fresco.

Confira abaixo receitas simples de acompanhamento e carne para um jantar utilizando alho-poró:

PEITO DE FRANGO COM ALHO-PORÓ

Ingredientes: 1 peito de frango cortado em cubos, 1 colher (sopa) de azeite de oliva, 2 dentes de alho picados, 1 cebola média picada, 1 alho poró cortado em fatias finas, 300g de abóbora cortada em cubos (opcional), 2 tomates sem pele e sementes picados, sal a gosto, 1/4 de xícara (chá) de água, 2 colheres (sopa) de ervas frescas (salsinha, cebolinha, manjericão, tomilho, mas as que preferir)

Modo de preparo: Em uma panela, aqueça o azeite e frite o alho e a cebola. Junte o frango e frite até dourar. Acrescente a abóbora, o alho poró e os tomates e refogue bem. Adicione a água e deixe cozinhar com a panela semitampada. Salpique as ervas, desligue o fogo e sirva em seguida.

SUFLÊ DE ALHO-PORÓ

Ingredientes: 1 colher de sopa de margarina light, 1 xícara de chá de leite desnatado, 2 xícaras de chá de alho-poró em rodelas, 3 colheres de sopa de farinha de trigo, 4 gemas, 4 claras em neve e sal a gosto;


Modo de fazer: Cozinhe as rodelas de alho-poró no leite por 5 minutos. Separe o alho-poró e reserve o leite. Em uma panela, derreta a margarina, junte a farinha de trigo e mexa bem. Junte lentamente o leite até engrossar. Adicione o sal e o alho-poró. Deixe esfriar, junte as gemas e, por último, às claras. Despeje em um refratário untado. Leve ao forno por 30 minutos ou até ficar dourado e saboreie.

Por Carmem Sanches

Comente

Assuntos relacionados: receitas sabor cozinha alho poró hotaliça