Aditivos Alimentares: uma mãozinha para o alimento

aditivo alimentar

Com o desenvolvimento tecnológico da indústria de alimentos, algumas substâncias, como vitaminas e sais minerais, passaram a ser adicionadas aos produtos para melhorar o seu valor nutritivo, além das já adicionadas com o objetivo de conservar ou melhorar o aspecto, cheiro e sabor dos alimentos.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) define aditivo alimentar como sendo "qualquer ingrediente adicionado intencionalmente aos alimentos, sem o propósito de nutrir, com o objetivo de modificar as características físicas, químicas, biológicas ou sensoriais, durante a fabricação, processamento, preparação, tratamento, embalagem, acondicionamento, armazenagem, transporte ou manipulação de um alimento".

Muitas pessoas que vêm com desconfiança os aditivos de alimentos, talvez não saibam que, antes de serem liberados para o uso, é exigida uma análise dos possíveis efeitos tóxicos dessas substâncias para o organismo e que o seu emprego somente é autorizado em concentrações que não ultrapassem o valor de ingestão diária aceitável, que é recomendado.

Abaixo listamos alguns aditivos alimentares e suas funções:

1. Antiumectante: substância responsável por diminuir a retenção, a absorção de água e a tendência de adesão das partículas de alimentos.

2. Umectante: substância que protege os alimentos da perda de umidade ou que facilita a dissolução de uma substância seca.

3. Antioxidante: substância que retarda o aparecimento de alterações oxidativas nos alimentos que causam deterioração de sabor e cheiro, tornando-os impróprios para o consumo.

4. Conservador: substância que retarda ou impede a alteração dos alimentos.

5. Edulcorantes: substância que confere sabor adocicado aos alimentos sem que seja um açúcar.

6. Espessantes: substância que aumenta a viscosidade de um alimento.

7. Estabilizante: substância que torna possível uma dispersão uniforme de substâncias, que não se misturam em um alimento.

8. Aromatizantes: substâncias que dá ou reforça o aroma e/ou sabor dos alimentos.

9. Acidulante: substância que aumenta a acidez ou confere um sabor ácido aos alimentos.

10. Estabilizante de cor: substância que estabiliza, mantém ou intensifica a cor de um alimento.

Apesar dos aditivos serem necessários para melhorar as características ou aumentar o tempo do alimento na prateleira, essas substâncias podem causar alergias em pessoas propensas. Por isso, se ingerir alimentos industrializados e tiver sintomas como coceira e rubor, procure um especialista que fará alguns testes para encontrar a substância causadora da alergia.

Comente

Assuntos relacionados: saúde alimentação nutrição antioxidantes