A vegetariana Michelle Obama

A vegetariana Michelle Obama

Foto/Reprodução site Let's MOove

Com viagem marcada com a família para o Brasil, a fim de acompanhar o marido e presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, Michelle Obama cuidou ontem (17) de sua horta no jardim da Casa Branca. A primeira-dama é vegetariana e não desgutará o cardápio tipicamente nordestino servido no Itamaraty. Porém, Michelle Obama e sua família poderão saborear um delicioso sorvete de graviola e frutas tropicais tradicionais como manga, maracujá, carambola e mamão papaia.

Alguns meses após a posse do presidente Barack Obama, Michelle plantou uma horta orgânica nos jardins da sede do governo e instalou colméias produtoras de mel. A horta orgânica começou a ser instalada em março de 2009 e hoje conta com 55 variedades diferentes de vegetais que são utilizados pelos chefs da Casa Branca.

A primeira-dama tem sido forte defensora da alimentação saudável e das atividades físicas. Aos 47 anos, formada em Sociologia, em Princeton, e em Direito em Harvard, e mãe de duas meninas, uma de 12 outra de nove anos, a jovial Michelle lançou uma iniciativa denominada "Let's Move!", (Vamos nos mexer, em português). A meta do projeto é combater a obesidade infantil e melhorar a qualidade da comida em escolas norte-americanas.

Como toda primeira-dama que se preze, Michellle tem sua causa predileta, neste caso a meta de Michelle é acabar com a epidemia de obesidade infantil de uma geração. Um marco para o problema nutricional no mundo.

Michelle Obama publicará um livro, ainda sem título, sobre alimentação saudável e a pequena horta na Casa Branca. A obra deverá sair em abril de 2012. É parte do projeto contra a obesidade, a menina dos olhos da primeira-dama americana.

Michelle Obama a favor da alimentação saudável

Em 2010, a primeira-dama lançou uma proposta nacional com 70 ações, entre elas, a análise do impacto dos impostos extras sobre a venda de alimentos pouco saudáveis. Publicou um artigo no jornal "Washington Post" onde pedia aprovação de lei para melhorar a alimentação nas escolas e foi feliz em sua solicitação.


A equipe de Michelle começou a negociação com a Associação Nacional dos Restaurantes a fim de criar cardápios especiais para crianças. Solicitou aos fabricantes de comida processada que colocassem informações nutricionais mais claras no rótulo dos produtos.

Em Janeiro deste ano, Michelle teve uma vitória concretizada quando anunciou um acordo com a rede "Walmart", uma das maiores varejistas do mundo, que se comprometeu a reduzir o preço das frutas e verduras e a diminuir a quantidade de gordura, sal e açúcar em seus produtos. Michelle prova a eficiência do trabalho das primeiras-damas e mostra a todo mundo a força da mulher moderna: mãe, esposa e profissional competente.

Por Catharina Apolinário

Comente