Você sabe quem são os “geeks”?

Você sabe quem são os “geeks”

“Geek” é uma expressão em inglês que define pessoas obcecadas por tecnologia. Desde programação de computadores até jogos e gadgets. Trata-se de um grupo sociável, que não deixa de dedicar grande parte do seu tempo a adquirir cada vez mais conhecimento sobre aquilo que gosta.

Para o psicólogo e analista de sistemas de 32 anos Erick Itakura, do Núcleo de Pesquisa em Psicologia e Informática da Clínica da PUC-SP, geeks nada mais são do que os conhecidos nerds. “Existe um estigma em cima do nerd: o anti-social, que usa óculos fundo de garrafa. Mas isso é um mito. Nas reuniões e convenções de tecnologia não vemos nada disso. Brasileiro é brasileiro, sempre sociável”, explica. Segundo ele, “geek” é uma palavra contemporânea e menos pejorativa para o mesmo grupo, já que a palavra “nerd” não era ligada apenas à área tecnológica.

O estudante de Ciências da Computação Vitor Duarte, de 18 anos, se considera um geek e acredita em uma pequena diferença entre este grupo e os velhos nerds. “Digamos que o nerd original seja aquele maníaco por programação, computadores, videogames, jogos em geral, que não deixa sua casa pra nada e, de quebra, estuda como se sua vida dependesse disso. Com o geek não tem tanto esse lance de estudo e alienação. Ele é uma pessoa normal, mas que gosta e entende de tecnologia tanto quanto qualquer outro nerd. Aparece na rua e encontra pessoas que compartilham dos mesmos interesses”, afirma.

Para ele, os geeks são pessoas engraçadas, descontraídas, mas que têm na ponta da língua qualquer informação sobre tecnologia, incluindo novas tendências. “Nos dias de hoje, qualquer pessoa que se sinta à vontade para expressar o seu conhecimento e gosto pela tecnologia em um grupo de amigos pode ser chamado de geek”, diz o estudante.

Tecnologia, computadores, programação... parece um interesse masculino, certo? Errado. Quem dá a dica é a também geek Bianca Bueno, de 30 anos, blogger e formada em Cinema. “Não acho que esta área ainda seja dominada por homens atualmente. Cada dia vejo mais e mais mulheres geeks. Geek é quem se interessa por alguma coisa e tenta descobrir o máximo de informações relacionadas, mas nem por isso se isola nesse mundo. Não há mais aquele preconceito contra uma mulher que estuda tecnologia e programação como antes”, afirma.

Segundo Erick, que estuda o assunto há quase dez anos, a invasão feminina vem acontecendo desde 2000, com a popularização da Internet e dos computadores pessoais. “A tecnologia foi difundida e as mulheres de adaptaram. Hoje, elas entendem melhor sobre o assunto e podemos dizer que representam 40% dos interessados. Nas empresas, inclusive, os cargos na área já estão melhor divididos entre ambos os gêneros”, completa.

Os interesses deste grupo, entretanto, não se limitam à tecnologia. Vitor diz que algumas pessoas vão ainda mais longe quando se trata de conhecimento, e costumam se interessar por filmes, livros, jogos, séries de televisão e outros itens pop. “A internet é facilitadora do acesso a toda essa informação”, afirma o estudante.

Bianca concorda: “Tenho vários amigos geeks que colecionaram quadrinhos por anos, sabem todas as histórias de cor e, claro, foram aos lançamentos dos filmes nos cinemas”. De acordo com ela, Star Wars, Star Trek, e livros de ficção científica são, geralmente, as histórias preferidas do grupo. “Os interessados acabam tendo que comprar em inglês mesmo, já que por aqui há poucos e eles gostam de ler no original”, finaliza.

Leia também - A amiga mudança

Fonte - MBPress

Comente