Oito filmes para inspirar mulheres

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
filmes inspiração

Julia Roberts interpreta Erin Brockovich - foto: reprodução

A vida imita a arte e você já deve ter assistido algum filme que te inspirou de alguma maneira e ajudou a encontrar o estímulo necessário para vencer um obstáculo. "Isso ocorre porque somos feitos de história. E, ao nos depararmos com experiências que nos impactam, podemos nos sentir modificados por meio delas", explica a psicóloga Gisele Meter.

Ela sugere oito filmes inspiradores, onde é possível enxergar novas possibilidades para aquilo que se quer mudar. Confira!

Erin Brockovich - Uma mulher de talento (2000) - O filme conta a história de Erin Brockovich, interpretada por Julia Roberts, que se divide entre o papel de mãe e o escritório de advocacia em que trabalha. Decidida e muito persistente, Erin convence seu chefe a deixá-la investigar um caso envolvendo água contaminada. Para isso, contará com seus pontos fortes para conseguir o que quer, convencendo os cidadãos da cidade a cooperarem com ela.

O filme é uma inspiração, porque mostra a determinação profissional da mulher e ainda deixa claro que não existe um padrão determinado quando se está disposta a lutar pelo que se acredita. Mostra o quão importante é ser determinada e como conhecer muito bem aquilo que faz e manter uma boa rede de contatos é fundamental para conquistar os resultados que deseja.

O diabo Veste Prada (2006) - Andrea Sachs (Anne Hathaway) é uma jovem e promissora jornalista que consegue um emprego na mais importante revista de moda de Nova York, trabalhando como como assistente de Miranda Priestly, interpretada pela brilhante Meryl Streep. Apesar da oportunidade que muitos sonham, Andrea começa a perceber que o que parecia um passo para o sucesso talvez não seja tão simples assim.

Segundo a estudante em comunicação, Paloma Carvalhar, o filme reflete sobre a essência do que somos e daquilo que podemos nos tornar em nome da carreira. Dizem que "todos têm o seu preço" e esse filme retrata bem essa questão, mas será que o preço das pessoas não fala muito mais sobre o valor que cada uma carrega dentro de si? Assistir este filme com outros olhos pode ser uma boa pedida para quem acredita que somente fama e dinheiro são sinônimos de sucesso.

O som do coração (2007) - O enredo do filme mostra o drama de um menino de 11 anos (Freddie Highmore), que possui um grande talento musical, tendo seu mundo repleto de sons. O drama se passa em um contexto obscuro de adoção e reencontro, mas, para isso, o pequeno menino enfrentará algumas barreiras.

Esse filme aborda muito o lado humano e a capacidade de perceber coisas que podemos ter e passam desatentas aos ouvidos ou mesmo olhos de outras pessoas. Mostra também o quão importante é deixar se guiar pela própria intuição ou feeling, por mais que as evidências provem o contrário. Outro ponto importante do filme é o instinto maternal que muitas mulheres têm. Vale a pena conferir.

Um sonho possível (2009) - A história de superação de Michael Oher é retratada de forma emocionante neste filme. O enredo, baseado em fatos reais, é permeado por esporte, violência familiar e capacidade de superação, esse último sendo fortemente influenciado por Anne Tuohy, interpretada por Sandra Bullock, que ao lado de Michael Oher, tem um papel central na trama.

O drama aborda a questão do posicionamento feminino de liderança e ainda a possibilidade de acreditar nas pessoas, deixando de lado estereótipos ou marcas do passado, mostrando que com carinho e muita determinação podemos mudar o destino e a vida de uma pessoa.

A proposta (2009) - Neste filme, Sandra Bullock interpreta uma workaholic que se vê sem saída quando não pode mais trabalhar no emprego que ama. Para continuar no emprego que considera sua vida e determinada a conseguir o que quer, em um rompante de desespero acaba pedindo seu secretário, o qual sempre tratou com desprezo, em casamento.

Essa comédia romântica aborda valores pessoais que cada indivíduo carrega consigo, mostrando também como esses valores podem ser diferentes de pessoa para pessoa. Outro ponto muito bem retratado no filme é sobre as prioridades que temos e, principalmente, sobre aprender a dar valor aos pequenos momentos em que não estamos tentando mostrar ao mundo o quanto somos bons profissionais, ou seja, existe vida fora do trabalho que pode ser equilibrada com sua carreira.

Não sei como ela consegue (2011) - Sarah Jessica Parker, interpretada Kate Reddy, uma mulher contemporânea que divide seu tempo entre os afazeres domésticos, o papel de mãe e de profissional bem sucedida, sofre com a falta de tempo e a culpa característica de muitas mulheres na mesma situação.

Este filme é inspirador, porque mostra o esforço que muitas mulheres fazem para serem, ao mesmo tempo, mães presentes e boas profissionais, sem deixar que a rotina do dia a dia abale seu lado positivo de ver as coisas.

Gravidade (2013) - O enredo do filme acontece no espaço. Sandra Bullock e George Clooney interpretam dois astronautas em uma missão delicada, quando são surpreendidos por uma chuva de destroços de um satélite, precisando sobreviver a esse ambiente onde as chances são mínimas.

Talvez, de todos os filmes que menciono aqui, esse e Malévola são os que mais me tocam, justamente por mostrar a força da mulher de um jeito único. Com a frase "Não se entregue", a história mostra que podemos ter medo, mas que é a crença na própria capacidade que não nos deixa acomodar e nem desistir, para que assim consigamos vencer as batalhas que surgem inesperadamente.

Malévola (2014) - Baseado no conto da Bela Adormecida, o filme conta a história de Malévola (Angelina Jolie), que sofre uma desilusão amorosa por causa da ambição do seu amado, que a abandona para conquistar seus planos. Depois disso, ela se torna uma mulher vingativa e amarga, que decide amaldiçoar a filha recém-nascida do seu ex-amado. Aos poucos, no entanto, Malévola começa a desenvolver sentimentos de amor e amizade em relação à princesa Aurora.

O filme mostra o lado sombrio que todas as pessoas carregam dentro de si e como o amor e bons sentimentos podem superar a amargura das desilusões passadas. Outro ponto que pode ser analisado é a força feminina e a liderança que se pode assumir quando estamos dispostas a realizar algo.


E você, tem algum filme para aumentar essa lista?

Por Vila Mulher

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Assuntos relacionados: filmes cinema inspiração