O que você faz no primeiro dia do ano?

O que você faz no primeiro dia do ano

Países ocidentais e vários do Oriente são adeptos ao calendário gregoriano, cujo ano é dividido em 12 meses, porém, Irão, Índia, Bangladesh, Paquistão, Argélia, entre outros, não o seguem. Ele recebeu este nome por conta do Papa Gregório XIII, que modificou o calendário Juliano e inaugurou o novo modelo em 1582. Aos poucos, Itália, Portugal, Espanha e França, e mais outros países europeus, incorporaram o novo calendário. Foram mais de três séculos de adaptação.

Além da contagem dos 365 dias, sendo 01 de janeiro a data inicial, esses países também têm em comum a celebração do Dia Mundial da Paz, instituído pelo Papa Paulo VI, em 1968, sem qualquer conotação religiosa ou mesmo católica. Trata-se de uma data para ser comemorada em todos os continentes, por povos de várias crenças. A cada ano, o Papa que está no comando escolhe uma frase especial. Para 2010, Bento XVI elegeu "Se quiser cultivar a Paz, preserve a criação".

Cada um celebra esse dia a sua maneira, muitos com um planejamento para o novo período que se inicia. As esperanças se renovam e se tem a impressão que algo positivo está por vir. "Não só na passagem, mas também no dia 1° gosto de usar roupas novas, para trazer esse ideia de renovação, procuro fazer coisas que gosto e me dão prazer, uma forma de acreditar que o ano novo será melhor do que o anterior", diz a assessora de imprensa Ludmilla Baldoni.

Ticiana Neves faz questão de sempre estar na praia na passagem de ano e no dia seguinte. Para ela é uma forma de renovar as energias para voltar ao trabalho com mais empenho. "Para carregar as baterias mesmo", diz. Já Marta Masiero prefere não ir à praia. "Gosto mesmo é de acordar tarde, ligar para os meus parentes e pensar nas promessas que fiz no dia 31, que talvez eu não vá conseguir cumprir ao longo do ano (risos)".

Fernanda Payo, diretora da academia Shiva Nataraj Danças e Práticas, aprendeu uma técnica durante um curso de empreendedorismo SEBRAE que já aplicou no início de 2009. Trata-se do SMART. "É um formulário que você preenche informando o que deseja, baseado nos termos em inglês. S de específico (quanto mais detalhes melhor). M de mensurável (quanto vai custar em valor o meu desejo). A de alcançável (qual vai ser minha estratégia para chegar no valor, quanto tenho que guardar por mês). R é de relevante (porque eu quero determinada coisa, qual a minha real motivação) e T é de tempo (quando eu quero que meu desejo se realize). Quanto mais detalhado, mais fácil de manter o foco o atingir o objetivo", explica.

Em 2009, ela usou a técnica para inaugurar a nova sede da sua academia de dança, além disso, conseguiu a aprovação do Ministério da Educação para trabalhar com cursos profissionalizantes de nível médio, reconhecidos pelo MEC. Objetivo conquistado, Fernanda ressalta que vai anotar tudo no formulário mais uma vez, no primeiro dia do ano.

Como praticante do hinduísmo, a empresária e dançarina afirma que o seu ano novo aconteceu em outubro, na Festas das Luzes. "Nesta data são feitos vários rituais à deusa Lakshimi. Já no primeiro dia do ano ocidental costumo fazer minhas orações à Nossa Senhora da Aparecida, sou devota dela", comenta.

Muita gente gosta de guardar amuletos, entre eles, olho turco e pimentas, usados no Reveillón. Sem contar a famosa folha de louro, essa fica o ano todo na carteira para trazer dinheiro. O arquiteto Ricardo Martins deu de presente à sua irmã o boneco chinês Daruma no primeiro dia do ano. "Ela fez o pedido e pintou um dos olhos do gato, o desejo de casar foi realizado e ela pintou o outro olho, em sinal de agradecimento, como pede tradição", conta.

leia também


Seja um amuleto, uma simpatia, orações ou até uma técnica de motivação, o mais importante neste dia em que se celebra principalmente a paz mundial é invadir a mente de energias positivas e espalhar isso às pessoas que estão ao seu lado, familiares e amigos, sempre com a expectativa de conseguir realizar projetos e desejos em mais um ciclo que se inicia.

Por Juliana Lopes

Comente