"Menina Não Pode" - situações femininas em quadrinhos

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
menina não pode

Foto/Reprodução Menina não pode

O bom da crônica é ver que aquilo que seu criador retrata de fato acontece em sua vida. Se considerarmos isso, Lívia Carvalho, mais conhecida como Libu, é uma das boas, mas com um diferencial: ela o faz desenhando.

O blog "Menina Não Pode" traz situações bem conhecidas das mulheres. Que mulher solteira de mais de 30 anos nunca ouviu de sua avó que já passou da hora de arranjar um marido? Ou, quem sabe, não se viu constrangida ao assistir um filme com cenas de sexo ao lado de sua mãe?

Libu conta que criou o blog em agosto de 2010, após ser reprovada em um concurso de tirinhas da "Folha de S. Paulo", que ficou sabendo que aconteceria apenas cinco dias antes do prazo final. "Resolvi participar da categoria quadrinhos, sei lá porque, e faltei dois dias no trabalho para tentar produzir o material. Eram dez tirinhas, só consegui fazer cinco, mas mandei mesmo assim. Não fui classificada. Achei a coisa mais difícil do universo ter ideias pra uma tirinha, e achei que nunca mais ia ter nenhuma ideia, aí desencanei por um tempo", conta.

Depois veio a evolução do traço, o reconhecimento... Divulgo no meu Facebook e no meu Twitter quando tem tirinha nova, o resto é boca a boca. Este mês vou completar seis meses de existência do blog, com uma média de 3000 visitantes únicos por semana, estou bem feliz".

É perceptível, justo pela nossa facilidade de identificação com as tirinhas, que Libu tira as sacadas de situações vividas por ela ou por pessoas que a cercam. "Fiz uma tirinha, por exemplo, cuja idéia surgiu em um momento em que eu estava correndo no parque e me esforcei para não olhar no relógio durante o máximo de tempo possível... de repente, pensei: "acho que já posso olhar, já devem ter se passado uns 20 minutos, eu já estou morrendo, praticamente". Olhei: tinham se passado exatos cinco minutos. A tirinha surge nesses momentos em que eu tiro sarro de mim mesma", explica.

[galeria]

Os desenhos do "Menina Não Pode" são feitos de forma simples, com papel, lapiseira, aquarela e caneta de ponta porosa - "Vez ou outra dou um tapinha no Photoshop, mas pouca coisa", revela - justo porque Lívia mostrou ter certa "quedinha" por técnicas artesanais, inclusive achando que essa forma de fazer arte aproxima o artista do público.


Libu - que faz tudo isso por puro hobby, já que trabalha na área de Marketing - posta uma charge/tirinha por semana, então vale a pena dar uma conferida semanal em seu blog. Até porque, a artista de 26 anos parece ser uma pessoa divertida: afinal, escrever "não pode pedir um Big Tasty sem receber olhares de reprovação" no perfil parece um indicador de seu senso de humor, digamos, realista.

Por Ana Paula de Araujo (MBPress)

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Assuntos relacionados: motivação quadrinhos charges