Isso não se faz, mas todo mundo faz...

Na estrada, o policial rodoviário manda parar um carro. O motorista lhe entrega os documentos do veículo, sua carteira de habilitação e uma nota de 50 reais. O motorista sabe que isso não se faz, mas como todo mundo faz...

Nas bilheterias do show não há mais ingressos à venda. Um casal que chega muito atrasado procura o encarregado da segurança do show e oferece-lhe uma generosa gratificação para entrar pelo portão dos convidados. O casal e o encarregado sabem que isso não se faz, mas como todo mundo faz...

No consultório médico, o cliente pede que a recepcionista lhe passe um recibo com valor maior do que o pago pela consulta, para ter um reembolso maior do convênio médico. Ambos sabem que isso não se faz, mas como todo mundo faz...

Na loja de artigos importados, os produtos vêm de um fornecedor milagroso, que lhe cobra metade do preço da concorrência e até dá notas fiscais. O lojista suspeita que o negócio do fornecedor tem algo de ilegal, mas continua comprando dele. Sabe que isso não se faz, mas o camelô faz, a dona da loja de luxo faz, todo mundo faz...

Na televisão, o Presidente da República admite que seu partido não declara a origem de todos os recursos que financiam suas campanhas. Diz que isso não se faz, mas como todo mundo faz...

Estamos todos muito indignados com as denúncias de corrupção que varrem o Brasil. Para mim, o que acontece no Planalto é um reflexo do que acontece na planície, em nossas casas. Se quisermos que o país mude, temos de rever nossos conceitos, refletir sobre nossas condutas, analisar em que aspectos de nossa vida estamos sendo corruptíveis e pensar em maneiras de mudar isso.

Por isso é que eu digo: nada muda enquanto a gente não mudar.

Colunista do Vila Sucesso e Vila Equilíbrio, Leila Navarro é palestrante motivacional e comportamental, além de ser empresária e Presidente do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Capital Humano.

Comente