Hábitos de criança para continuar na fase adulta

Hábitos de criança que podem ser saudáveis

Nossa infância sempre gera boas recordações. Mas o que melhor a memória pode lhe reservar são os hábitos saudáveis que você tinha naquela época e pode voltar a ter na vida adulta. Quais são eles? A gente separou aqui alguns que podem lhe fazer um bem danado para uma maior qualidade de vida, confira!

Prato colorido - O prato do almoço da criançada sempre é cheio de cores e ganha até carinhas divertidas desenhadas com os alimentos, para estimular as crianças a comer mais legumes e verduras. A sua refeição também deve ser assim. Misture hortaliças e legumes de forma criativa e acabe com a birra no consumo de vegetais.

Usar roupas confortáveis - Os pequenos quase sempre usam roupas leves e flexíveis para brincar, correr e se sujar. Permita-se a esse conforto sempre que possível. Peças muito justas e de tecidos quentes podem comprometer a transpiração e causar alergias e irritação na pele.

Dormir cedo - O sono é prejudicado quando as obrigações da vida adulta vão se acumulando. Quando criança você tinha que ir para cama cedo, lembra? Para evitar uma noite mal dormida ou episódios de insônia, procure esvaziar a mente ao deitar: ouça uma música relaxante, respire fundo e procure deixar os assuntos pendentes para resolver no dia seguinte. Para educar seu organismo, é fundamental criar uma rotina de sono, indo para cama sempre no mesmo horário.

Brincadeiras - Gastar energia na academia nem sempre faz a sua cabeça. Em vez disso, experimente bambolê, pular corda, mini-trampolim ou passear de patins, brincadeiras infantis também gastam calorias e ajudam a tonificar músculos. Bambolê, por exemplo, afina a cintura e previne dores lombares, enquanto pular corda fortalece as coxas e estimula a capacidade cardiorrespiratória.

Dar risada - A fase adulta pode até ser dotada de grandes responsabilidades, mas isso não é justificativa para viver sério e carrancudo. Rir dentro do ambiente de trabalho levanta o ânimo e, inclusive, pode favorecer a imagem dos chefes perante os subordinados. Cultivar o bom humor ajuda você a reconhecer o que traz felicidade no seu dia a dia.

Expor as emoções - Criança chora, esbraveja, grita e extravasa os sentimentos o quanto pode. Você não precisa sair fazendo drama, mas pode se permitir chorar algumas vezes. Viver contendo as mágoas pode servir de fuga do sofrimento, o que prejudica a saúde e ainda impede que você reconheça seus pontos fracos e discuta maneiras de melhorá-los.


Aprender mais - Recuperar a curiosidade típica de criança ajuda a manter a memória sempre afiada e prevenir doenças comuns da velhice, como Alzheimer. Vale tudo que fuja do habitual: fazer cursos, aprender novas receitas, adquirir hobbies diferentes e até conhecer lugares que desafiam sua capacidade de comunicação.

Por Jessica Moraes

Comente