Ecobags ou sacolas de plástico?

Uma pesquisa feita na Inglaterra e publicada no Jornal "Folha de São Paulo" no início de deste mês, sugere que sacolas de plástico podem causar menos danos que as populares Ecobags (sacolas ecologicamente corretas). O estudo aponta vários argumentos, ainda não comprovados.

O relatório da Agência do Meio Ambiente britânica descobriu que PEAD (polietileno de alta densidade) utilizado nas sacolas, causa menos impacto ambiental do que as matérias-primas das ecobags. Os sacos de polietileno aparentemente seriam, a cada utilização, menos prejudiciais ao clima do que as sacolas de algodão. Os resultados do relatório indicam que, para equilibrar o pequeno impacto de cada saquinho, os consumidores teriam que usar a mesma sacola de algodão em todos os dias úteis do ano, ou sacolas de papel.

O relatório ainda não comprovou a veracidade dos resultados apontados, além de estar em aberto há anos. Ainda não se sabe exatamente qual dos vários tipos de sacos tem o menor impacto ambiental. Mas uma coisa se sabe: todos os sacos causam impacto no meio ambiente. Portanto, a melhor alternativa seria utilizar uma sacola de algodão o maior tempo possível, de preferência por anos. Também existe outra alternativa: A ecobag feita de sacola de plástico.

O problema da discussão é que a sacola de plástico não deixa de ser vilã nesse história, pois mesmo as sacolas que são oxibiodegradáveis (decompõem-se mais rápido) não podem ser recicladas. Mesmo se dissolvendo, ela se torna uma micro-partícula que permanece no meio ambiente. A Ecobag, se destinada corretamente, pode ser reciclada muitas e muitas vezes.


Por Jessica Moraes

Comente