Como vencer a timidez

timidez

A timidez manifesta-se, em situações sociais, na forma de tensão e inibição. Interfere e dificulta a realização de objetivos profissionais. É comum perceber que o tímido se torna refém de seu medo e não aprende com as experiências, pois não se permite arriscar.

Ela acontece em vários graus. Pode variar desde o ficar sem jeito em uma situação social específica (falar para um pequeno grupo), evoluindo para uma timidez crônica, até chegar à fobia social, que é a mais grave de todas e impede a pessoa de fazer as coisas simples do dia-a-dia.

Nas situações sociais, o tímido fica tenso. Pode passar para outras pessoas e colegas de trabalho uma imagem de poucos amigos, de arrogante e de difícil acesso. Essa imagem não corresponde à verdade, é apenas a máscara atrás da qual o tímido procura se esconder.

O tímido geralmente tem medo do contato com as pessoas, medo de não ser aceito, medo de ser rejeitado, medo de errar. Pode possuir muitos pensamentos negativos e de inferioridade sobre si próprio. Com isso, sua auto-estima fica excessivamente baixa e podem surgir problemas emocionais, como depressão, angústia, ansiedade e sentimentos de inadequação.

Muitas vezes é necessário procurar um psicólogo que com psicoterapia poderá ajudar o tímido a entender e superar suas dificuldades pessoais. É importante reconhecer a necessidade de satisfação que toda pessoa pode obter nos seus relacionamentos, sejam eles pessoais ou profissionais. A timidez dificulta a conquista dessa satisfação e, por isso, vale a pena tratá-la.

Por Flávia Leão Fernandes

Psicóloga - CRP 06/68043

Comente