Buscas no Google machistas

machismo

Foto/reprodução: Un Women

Uma campanha revelou que a maioria das buscas do Google sobre mulheres é machista. Procuras como "mulheres não podem" ou "mulheres não deveriam" recebem sugestões de respostas discriminatórias, como "não podem dirigir" ou "não deveriam votar", por exemplo.

As peças publicitárias desenvolvidas para a Un Women (Entidade das Nações Unidas para a Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres) além de divulgar isso, mostra que a internet guarda estereótipos muito machistas.

Nos anúncios criados, as frases foram coladas sobre a boca de mulheres, em formato de retratos.

Para a Un Women, essas pesquisas confirmam a necessidade urgente de continuar a lutar pela causa dos direitos das mulheres.

A Organização pede que as pessoas publiquem opiniões construtivas acerca do tema nas redes sociais seguidas da hashtag #womenshould.

machismo

Foto/reprodução: Un Women

Por Jessica Moraes

Comente