Brasileiro troca ingresso da final da Copa de 50 por um da final de 2014

copadomundo

foto: reprodução

O carioca Joedir Sancho Belmont, de 85 anos, tem uma história um tanto curiosa. Mesmo com ingresso comprado para o último jogo da Copa do Mundo de 1950 no Maracanã entre Brasil e Uruguai, ele não pôde assistir à partida. Na época, a sua mãe tinha ficado doente e veio a falecer alguns dias depois. Mesmo assim o carioca guardou o bilhete durante 64 anos.

Meses antes da Copa do Mundo de 2014, ele decidiu doar o ingresso para o museu da Fifa em Zurique, a ser inaugurado no ano que vem. Então ele pediu ao filho, José Augusto Belmont, que enviasse uma carta à federação para fazer a oferta.

Só que o filho não imaginava que a Fifa fosse responder. E ainda por cima receber da Federação um ingresso para a final da Copa deste ano.

"Agora terei a oportunidade de assistir à outra final no Maracanã e, se tudo der certo, o Brasil irá à forra daquele 2 x 1", disse Joedir, na companhia do filho e do neto, que ganhou uma bola de Jérôme Valcke, secretário-geral da Fifa.

"A princípio não levei fé de que chegaria a esse ponto. Foi uma grata surpresa. Já que ele não pôde ir na final de 1950, pelo menos poderá ir à deste ano", disse o filho que ganhou um ingresso para acompanhar o pai.

Por Vila Mulher

Comente

Assuntos relacionados: histórias de vida copa do mundo