Yoga na balada?

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Yoga na balada

Yoga Rave na Argentina. Foto: divulgação.

Rave, um evento que reúne diversos artistas, especializados em música eletrônica, que mostram sua cultura e animam jovens e adultos de diversas idades que passam hora ou dias curtindo a vibe, certo? E você já ouviu falar de Yoga Rave?

O evento foi iniciado na Argentina com a ONG Arte de Viver, que levaram o conceito de rave para o yoga e reuniram pessoas praticantes em uma balada alternativa, com muita paz, amor e harmonia. O sucesso foi tanto que decidiram fazer o mesmo aqui no Brasil. "Decidimos trazer como uma proposta totalmente inovadora na noite de São Paulo, proporcionando experiência de Yoga e meditação para o maior número de pessoas de uma maneira convidativa", afirma Paula Junqueira, instrutora da ONG Arte de Viver.

A primeira Yoga Rave aconteceu na capital paulista dia 28 de maio e, de lá, seguiu para o Rio de Janeiro, no dia 29. Mas o evento já passou por grandes cidades como Buenos Aires, Santiago, Londres, Nova York e Washington. Nada mal, hein?

O objetivo do evento é único: proporcionar uma experiência transcendental para as pessoas, unindo a agitação das festas comuns da noite metropolitana, com calma e clareza mental, experimentando os efeitos fisiológicos dos mantras e meditações. Além de, é claro, "experimentar uma elevação natural da energia do próprio corpo e fazer práticas de yoga, que trazem consciência", explica Paula. A profissional afirma que a maior conquista desse evento é boa vibração que ele atrai. "Todos os participantes saem com mais energia do que quando entraram".

Mais do que somente praticar yoga, a rave traz ainda apresentação de música instrumental indiana e performances de mantras mixados com música ao vivo. Formado pelos músicos Nicolás Pucci e Rodrigo Bustos, o So What Project! é responsável por animar a festa com uma mistura de mantras indianos, cores, tecnologia e toques da música tradicional africana.

Quem não perdeu a oportunidade de curtir a festa foi o publicitário Luis Sapir, de 27 anos. "Fiquei curioso em saber ao certo como funcionava a dinâmica de uma Yoga Rave". E foi surpreendido pela energia da balada. "Fiquei intrigado com a mistura de música com meditação", afirma. "A música é totalmente diferente. Uma mistura de música indiana com música eletrônica".

Luis conta que a experiência foi sensorial. Primeiramente, os visitantes foram obrigados a retirarem os sapatos, sentindo melhor o ambiente. "Andar descalço em uma balada já é uma sensação no mínimo inusitada", afirma. O publicitário garante que a experiência permitiu uma interatividade única em grupo. "Meditar, fazer yoga e dançar em grupo fez nascer um sentimento conjunto de união e afeto". Além disso, bebidas e drogas são totalmente proibidas lá. "Levo dessa experiência uma sensação boa e a descoberta que não necessariamente preciso utilizar de bebidas alcoólicas para atingir um grau de divertimento satisfatório. O evento me mostrou uma linguagem contemporânea e moderna e uma forma alternativa de se divertir e pensar", revela Luis.

[galeria]


A próxima atração ainda não tem data marcada, mas Paula garante: "Dado o sucesso, estamos marcando a próxima para agosto". E ela é aberta ao público. Tanto praticantes do yoga quanto curiosos podem participar. O necessário é "buscar inovação, bem-estar e consciência".

Por Tissiane Vicentin (MBPress)

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente

Assuntos relacionados: yoga ioga meditação bem estar balada mantras