Treinamento funcional x CrossFit: qual a diferença?

treino funcional crossfit

foto: Shutterstock

Você quer praticar musculação de uma forma diferente, mas com tantas opções que existem no mercado não sabe qual é a melhor? O educador físico e especialista em treino funcional do Fit Body Pilates, Eduardo Rodrigues, separou dois tipos de atividade física que estão na moda e ajudam a definir e ganhar massa muscular.

O treinamento funcional é uma forma diferente de praticar a musculação. Nessa modalidade, os alunos focam o treino em movimentos como agachar, empurrar e puxar, tirando a tensão de musculaturas como bíceps, peitorais e quadríceps. A prática é recomendada para as pessoas em busca de um corpo atlético, mas sem excesso de músculos. O treinamento funcional pode ser praticado por qualquer pessoa. O principal objetivo da modalidade é a melhoria das condições físicas do corpo (como força, potência, resistência, agilidade, coordenação e equilíbrio), utilizando o grupo de musculaturas responsáveis pela estabilização e sustentação do tronco. 

Tipos de treinamento funcional

Qualquer série específica para o aluno pode ser denominada treino funcional. Podem se alternar circuitos, saltos, giros, pilates, agachamentos e aparelhos que auxiliem nos exercícios. 

Uma das apostas das celebridades são as atividades suspensas para secar a barriga. Com equipamentos especiais, os movimentos são feitos no ar, com o peso do próprio corpo, e isso garante um trabalho muscular muito mais intenso.

O treino funcional trabalha os músculos de forma integrada, e não isolada. "O resultado é um corpo equilibrado, forte (mas não necessariamente musculoso), pronto para enfrentar desafios e resistente a lesões”, afirma o educador físico.

Já o CrossFit é um programa de treinamento de força e condicionamento físico desenvolvido para melhorar a competência do indivíduo em todas as tarefas físicas. O CrossFit é orientado para o resultado, baseando-se em três princípios:

Movimentos Funcionais – movimentos utilizados que se aproximam muito dos nossos movimentos diários, recrutando vários grupos musculares em um único movimento.

Alta Intensidade – utilizada para que tenhamos melhor condicionamento físico

Variação constante – com movimentos variados driblamos a rotina e nos preparamos para a infinidade de tarefas que a vida nos apresenta. A combinação destes princípios trabalha as 10 aptidões físicas do indivíduo: resistência cardiorrespiratória, resistência física muscular, força, flexibilidade, agilidade, velocidade, potência, coordenação, precisão e equilíbrio, melhorando, assim, a qualidade de vida de quem pratica.

Qual é a principal diferença entre Crossfit e Treino funcional?

O treino funcional é recomendado para as pessoas em busca de um corpo atlético, mas sem excesso de músculos.

O Crossfit é uma modalidade ótima para quem quer ter definição muscular. Para ser considerado Crossfit, o treino, além de ser funcional, deve ser em alta intensidade e ser constantemente variado. Agora que você já sabe a diferença é só fazer sua escolha!

Por Thamirys Teixeira

Comente