Tontura durante o treino

© Matthias Garvelmann/Westend61/Corbis

Você começa a malhar e, já na primeira meia hora, começa a sentir tontura durante o treino? É preciso tomar alguns cuidados ao frequentar a academia, pois a falta de prudência pode desencadear também quedas de pressão e desmaios.

A tontura pode acontecer na academia por diversos fatores. Geralmente por conta de uma queda de pressão, por estar no período menstrual, estar desidratada ou mesmo por não ter se alimentado corretamente.

E estar em jejum por muitas horas é uma das principais causas. Isso acontece porque o corpo precisa de energia para trabalhar. Sem a energia que obtemos através de uma alimentação equilibrada antes do treino, o organismo começa a trabalhar no vermelho, ou seja, sofre uma hipoglicemia, que é a severa diminuição de glicose (açúcar) no sangue. A consequência disso é tontura, mal estar, suor, chegando a casos de frio e hipotensão.

O efeito rebote também pode provocar tonturas. Exemplo: consumir altos níveis de açúcar antes da atividade física. Mesmo sendo menos comum, pode ocorrer com algumas pessoas.Nesses casos, o melhor é recorrer à isotônicos, ricos em carboidratos que restabelecem o organismo.

A tontura também pode ocorrer ao se levantar rápido demais depois de um determinado exercício. Aquela tonteira momentânea ao levantar de uma abdominal, por exemplo, acontece por causa da gravidade, pois o corpo demora um instante para redirecionar o sangue para cima ao ficarmos de pé. Isso não acontece só na malhação como em qualquer movimento brusco de se levantar depressa.

Por isso procure levantar-se sempre devagar desses tipos de exercícios em que se fica na horizontal por um bom tempo. Essa diminuição do fluxo sanguíneo para o cérebro também justifica a tontura causada em exercícios como o agachamento.

A tontura também ocorre por desidratação, algo comum quando se treina sem repor os líquidos perdidos durante o exercício. Sem essa reposição, não só tonturas como também cãibras e náuseas podem surgir.

Sentiu tontura ao sair da esteira ergométrica? Isso também é comum, pois o equipamento é estático e o cérebro demora um pouco até assimilar a parada do corpo, afetando o labirinto. Nessa caso a tonteira é momentânea e não costuma ter maiores complicações.

© Wavebreak Media LTD/Wavebreak Media Ltd./Corbis

O que fazer para evitar a tonturaComa bem - Não se exercite em jejum nem coma doces imediatamente antes de se exercitar (muito menos consuma bebida alcoólica). Opte por um sanduíche, uma fruta ou uma barrinha de cereais. Sua alimentação deve suprir seu organismo de carboidratos, proteínas e gorduras. Se for treinar de manhã, forre o estômago com um café da manhã equilibrado.Hidrate-se - Beba água antes, durante e após o exercício. A regra geral é beber sempre que você estiver com sede e procure treinar em locais arejados.Respire fundo - Quando você se esforça demais ou não está acostumada com algum exercício, a sua respiração tende a ficar muito rápida, puxando e soltando pouco ar. A dica é respeitar seus limites e ir devagar nos treinos novos.Procure um médico - Se os sintomas persistirem procure orientação médica. Em alguns casos, a sua tontura pode ser reflexo de condições mais graves como doenças cardíacas ou labirintite.


Ao sentir tontura durante o treino, pare imediatamente o exercício e descanse. Mantenha sua cabeça levantada, sente-se e não deite. Se a causa for desidratação ou hipoglicemia, a ingestão de líquidos já vai restabelecer seu organismo rapidamente.

Por Jessica Moraes