Perca calorias na praia e no campo!

Perca calorias na praia e no campo

Quem tem a sorte de morar à beira-mar ou ainda vai passar boa parte das férias na praia certamente encontrará diversas vantagens em fazer exercícios na areia ou próximo do mar. Algumas modalidades costumam ser mais eficientes do que na academia, sem contar que você vai conquistar a cor do verão.

Em esportes como o freesbe, por exemplo, você ganha agilidade, por conta dos descolamentos rápidos. Já o frescobol é um bom exercício cardiovascular, pela intensa repetição de movimentos. O esporte trabalha áreas como quadríceps e panturrilhas, ainda braços, ombros e tronco.

"Na areia a intensidade dos exercícios é maior. Em uma caminhada intensa ou corrida, o esforço aumenta pelo menos 30%. Isso também varia se a areia é fofa ou batida", explica o educador físico Cristiano H. Shiraishi, da Agência de Fitness. Mesmo porque o ambiente é agradável e, sem dúvida, estimula a prática da atividade por mais tempo, seja ela qual for.

Mas há um fator importante a ser considerado. A condição da areia influencia no aparecimento de lesões e torções nos joelhos e pés, cerca de 15% a mais em relação ao piso comum. Enquanto a fofa amortece o impacto, aquela localizada próxima da água oferece mais riscos às articulações, uma vez que pode ser comparada a caminhar descalço na esteira. Dessa forma, no caso de corridas ou longas caminhadas o correto é sempre usar um tênis apropriado. "E sempre fazer um bom alongamento em todo corpo, principalmente nos braços e pernas. O mesmo vale para a prática do frescobol, freesbe ou vôlei, tão comuns nessa época", acrescenta.

Para quem não está acostumado com o sol forte, o indicado é sempre evitar a prática entre às 11 e às 16 horas. Sempre usar boné e óculos de sol contra os raios ultravioletas. E claro, protetor solar. Antes de praticar vôlei inclua exercícios com as mãos durante o alongamento e nunca use chinelos. "A pessoa corre o risco de deixá-lo escapar dos pés e escorregar causando uma torção". O mesmo vale para o passeio de bicicleta no calçadão. "Para verificar a altura correta dos bancos fique em pé ao lado da bicicleta e regule-o na altura do osso do quadril", explica.

Quem vai usar a bicicleta no campo geralmente gosta dos modelos com marchas. Cristiano lembra de fazer sempre o ajuste adequado da carga. "Mantenha um esforço moderado das pernas. A carga muito fraca compromete as articulações do joelho e quadril, mas também não exija muito do seu corpo. Ao sentir cansaço e tontura, dessa da bicicleta, tome água, e caminhe lentamente para que se recuperar".

Outro exercício que exige mais esforço nas férias no campo é a caminhada na mata. O professor indica fazer trilhas sempre com os tênis específicos para terrenos mais irregulares, esses são mais estáveis e duráveis. Cristiano alerta sobre o risco do estiramento da perna, quando se tenta fazer um salto maior de um lugar para o outro, ou ainda a torção nos tornozelos - por se tratar de um percurso irregular o risco de pisar "em falso" é maior. "Nos dois casos, o melhor a fazer é imobilizar o pé e não deixá-lo tocar no chão, caminhar lentamente e procurar ajuda". Conforme o educador, nunca faça alongamentos nos locais afetados, isso poderá comprometer ainda mais a região afetada.

Ao passo que nas trilhas você perde calorias e trabalha os músculos da perna, além de manter um maior contato com a natureza, e, de quebra, mais equilíbrio mental, ao andar a cavalo você ganha concentração e força nos membros inferiores (pernas, coxas e bumbum) e na região do abdômen, além de te ajudar a eliminar cerca de 200 calorias depois de uma hora de atividade, enquanto que na trilha a perda é de cerca de 250. Aliás, essa é a melhor parte: eliminar calorias! Por isso elaboramos uma listinha para você ter uma ideia:


Com 30 minutos de exercício você perde:

Bicicleta no calçadão - 150 cal

Caminhada na areia fofa - 350 cal

Caminhada na areia batida - 459 cal

Frescobol ou Frisbee- 300 cal

Vôlei - 200 a 400 cal

Aprender a surfar - 200 a 300 cal

Por Juliana Lopes

Comente