Novos estímulos às atividades físicas

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Novos estímulos aos treinos

Já sabemos que a prática regular de exercícios físicos fornece diversos efeitos (acumulativos) benéficos para o corpo humano. Eles não apenas ajudam a aumentar o gasto energético do nosso corpo, mas também atuam em diversos tecidos e órgãos que melhoram muito a saúde, dando mais disposição e bem estar.

O principal responsável pelo gasto energético do nosso dia-a-dia é a atividade exercida pelos nossos músculos. Assim sendo, quanto mais tecido muscular, maior o gasto diário de energia, mais acelerado fica o seu metabolismo e conseqüentemente menor a porcentagem de gordura.

A prática constante de exercícios, além de aumentar o gasto calórico, ajuda a aumentar a massa muscular, principalmente através dos exercícios de musculação, levando a melhora gradual do preparo físico e da estética.

Mas para continuarmos tendo esta melhora, é essencial darmos novos estímulos ao corpo, mudando o programa de exercícios a cada 2 a 3 meses em média, permitindo aumentos progressivos no tempo e carga dos exercícios ou incluindo novos exercícios e estímulos diferentes.

Os estímulos devem ser dados de acordo com o nível de condicionamento físico de cada pessoa. Antigamente se levava em conta também à idade, mas nos dias atuais isto é relativo, pois existem pessoas mais velhas e melhores treinadas do que pessoas mais novas e vice-versa.

Desta forma, se você deseja melhorar, é necessário se desafiar e mudar constantemente o programa de exercícios para que o seu corpo não se acostume e acomode.

Mas como dar novos estímulos? Se você faz caminhadas, mude a intensidade das mesmas a cada 2 meses, mudando o percurso, incluindo subidas, descidas ou inclinação (no caso da esteira elétrica), aumente a velocidade, faça treinos intervalados (alternando a velocidade e usando a inclinação por exemplo: 3 minutos fortes, 2 moderados alternadamente até o final do tempo proposto).


Alterne a caminhada com outras atividades como pular corda ou subir escadas. Você poderá dar novos estímulos em todas as atividades que fizer. Até nos alongamentos (mesmo que você faça os mesmos), você poderá se alongar cada vez mais (dentro do seu limite).

Também é interessante mudar a dieta alimentar, através do acompanhamento médico. Para concluir, as mudanças são muito importantes para que você obtenha novas respostas e novos resultados.

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente