Musculação para diabéticos

Musculação para Diabéticos

IStock/g-stockstudio

Apesar de ser bastante difundida a ideia de que a prática de exercícios físicos contribui para a prevenção e o controle de doenças como diabetes, um estudo mais recente (de 2011) sugere que a musculação traria mais benefícios do que o exercício aeróbico para os portadores de diabetes melitus tipo 2. A pesquisa foi conduzida por especialistas dos departamentos de fisioterapia e endocrinologia do Hospital Geral de Cingapura.

Na pesquisa, ambos os tipos de exercícios promoveram impacto positivo na saúde, que se correlacionou com melhora no controle do diabetes. Entretanto, o grupo que realizou a musculação por oito semanas apresentou resultados positivos em mais aspectos da qualidade de vida, incluindo melhores resultados na avaliação psicológica, supostamente porque o treino seria considerado menos monótono; porque a musculação auxiliaria na realização de outras atividades do cotidiano e porque seria uma novidade para os pacientes.

"Um dos problemas de se recomendar exercícios aeróbicos para diabéticos está nos riscos de bolhas e lesões nos pés durante caminhadas ou corridas" explica Janise Lana Leite, geriatra da Academia Estação do Exercício e Saúde - especializada em musculação para idosos.

"Diabéticos devem redobrar a atenção com os pés, pois bolhas ou machucados podem levar a um quadro mais grave" avalia. Em idosos, há ainda um risco aumentado de quedas e lesões, "o que nos leva a preferir o exercício resistido com equipamentos ou pesos livres e com supervisão de professores qualificados" afirma Janise.

Outro cuidado com o diabético que pratica atividade física é o controle glicêmico antes e após o exercício.

"Em diabéticos deve-se evitar a prática de exercícios se a glicemia estiver acima de 250 mg/dl em jejum. Se a dosagem estiver abaixo de 100 mg/dl deve-se ingerir algum alimento à base de carboidrato durante ou após o exercício para evitar a hipoglicemia" orienta Janise.

"Por este motivo, conhecer a resposta glicêmica de cada aluno para diferentes condições de exercício é fundamental", conclui a especialista.

Por Jessica Moraes

Comente