Malhou demais? Saiba quais as dores mais comuns das atividades físicas

Conhecer os tipos de lesões e dores mais usuais em praticantes de corrida e exercícios é fundamental para manter o bem-estar
lesões exercícios físicos

A corrida e os exercícios em geral podem te deixar com dores chatinhas de se ter. Saiba identificar! Foto - Istock/Kharichkina

Todos sabemos que praticar exercícios físicos traz inúmeros benefícios para o corpo e a mente. E hoje em dia, com a ampliação das informações sobre a importância das atividades físicas para o organismo, muitas pessoas estão apostando nisso para conquistar mais qualidade de vida e bem-estar.


A corrida, por exemplo, é um esporte bastante acessível, que não exige alto investimento para ser praticado nem muita logística ou equipamentos especiais. “Correr traz inúmeras vantagens, como condicionamento aeróbico, ganho muscular, perda de peso, dentre outros, porém é fundamental conhecer os limites do corpo e os aliados para manter o ritmo de exercício e não deixar a dor tomar conta”, orienta o Dr. Rogério Teixeira, ortopedista e traumatologista especialista em medicina esportiva, membro da Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor (SBED).

Para entender mais desse cenário, veja quais são as dores e lesões mais comuns:

Lesões causadas por esportes em geral

Contusão: trauma ou batida em qualquer parte do corpo, provocando uma compressão violenta que pode comprometer a função dos músculos ou tendões, gerando uma inflamação no local.

Distensão ou estiramento: alongamento das fibras musculares além do seu comprimento normal, rompimento de um músculo ou de algumas de suas fibras, devido a treinos impróprios ou falta de aquecimento. Pode ocorrer após um esforço súbito, quando a pessoa sente como se o músculo rasgasse.

Cãibras: contração involuntária e dolorosa do músculo, que pode ser provocada por acúmulo de ácido lático ou alteração no metabolismo. Associa-se geralmente a um grande esforço físico pregresso.

Tendinite: inflamação dos tendões nas extremidades dos músculos, ocasionada geralmente por repetições excessivas de movimentos.

 

Lesões causadas pela corrida

Tendinite de Aquiles: inflamação local muito dolorosa, principalmente ao subir e descer escadas. Entre suas causas estão excesso de atividade esportiva, uso de calçados sem amortecimento ou pisos irregulares para a prática do esporte.

Canelite: inflamação superficial na membrana que reveste os ossos da perna (geralmente na da tíbia). Causa dor na região da "canela" durante o exercício e pode durar até depois dele. Suas causas são variadas, mas o excesso de treinos é um fator importante que gera a lesão.

Fraturas por estresse: microfraturas, principalmente na tíbia e nos ossos do pé, causadas por excesso de intensidade/carga e terrenos acidentados. Isso pode levar ao esgotamento do músculo, que deixa de proteger os ossos, desgastando-os. Se não tratadas, podem progredir para fraturas completas. Respondem por 30% das lesões de corrida.  

Condromalácia patelar: dor no joelho pelo atrito entre o osso do fêmur e a patela (se a cartilagem patelar não estiver em perfeitas condições). Causas: aumento excessivo do volume de treinos,  correr sempre em pisos duros, falta de alongamento e fortalecimento muscular dos membros inferiores e excesso de peso.

Evitando e cuidando das dores

Antes de iniciar qualquer atividade física faça um check up para verificar sua condição de saúde e começar a praticar com segurança e dentro de seus limites. Além disso, é imprescindível procurar orientações antes de iniciar qualquer exercício.

Porém, se além das orientações médicas a dor muscular aparecer, tome alguns cuidados:

  • Repouse a parte do corpo dolorida;
  • Faça leves massagens no local;
  • Aposte em produtos tópicos para a analgesia do local dolorido, principalmente os de ação térmica (frio e quente), como adesivos e bandagens;
  • Se a dor muscular persistir por mais de três dias procure imediatamente um médico;
  • Por Thamirys Teixeira

    Comente