Exercícios para barriga e bumbum sem lesões

Exercícios para barriga e bumbum

No momento do agachamento, atenção: devemos fazer sempre o agachamento pensando em sentar numa cadeira, sem tentar descer ou inclinar muito a coluna pra frente ou deixando os joelhos passarem a linha dos pés. Foto divulgação Mercur

Seja para manter a forma ou para deixar o corpo pronto para o verão, fazer exercícios exige disciplina e muitos cuidados. Um levantamento de peso ou um movimento incorreto pode não trazer o resultado desejado e ainda causar fortes dores no corpo.

Para saber se você está no caminho certo em busca do abdômen e do bumbum perfeitos conversamos com a professora Alessandra Dianin, da academia Bio Ritmo. Ela nos indica os exercícios mais apropriados para trabalhar essas duas regiões e como fazê-los corretamente.

No caso dos glúteos, a professora diz que, embora os exercícios mais conhecidos sejam os tradicionais com caneleiras, há outros que oferecem melhores resultados, como stiff e agachamento.

"O stiff é um movimento que parte do quadril, inclinando-o à frente sem flexionar os joelhos, apenas deixando-os relaxados. O maior erro deste exercício é não manter a coluna reta ou ficar se preocupando em descer muito, sem prezar a qualidade do movimento", explica ela. "Devemos apenas relaxar o joelho e descer até onde consegue, mantendo a coluna reta."

Já no agachamento, Alessandra explica que o exercício parte da flexão dos joelhos com uma leve inclinação do tronco para ficar mais confortável. "Devemos fazer sempre o agachamento pensando em sentar numa cadeira. E, normalmente, os alunos erram tentando descer muito e inclinando muito a coluna pra frente ou deixando os joelhos passarem a linha dos pés", alerta.

Exercícios para barriga e bumbum

Atenção ao praticar abdominais: o certo é erguer a tronco com a coluna reta, sempre mantendo o pescoço alinhado. A pressão deve ser sentida no meio do corpo, mas precisamente perto do umbigo/Foto: Photostock http://goo.gl/2KQGt

Para malhação de barriga não adianta só abdominais. A professora comenta que para perder gordura abdominal são recomendados todos os exercícios aeróbios, como caminhada, corrida, pedalada ou natação. "Todos eles nos auxiliam na perda de gordura, desde que feitos juntos com uma redução calórica de alimentos", lembra.

A melhor maneira de fazer cada um deles é começar com vinte minutos e ir aumentando aos poucos, conforme a pessoa for se sentindo confortável. Isso porque, na maioria das vezes, os alunos querem fazer tudo num dia só, aí ficam doloridos e demoram a voltar ao treino. "Em outros casos, eles exageram tanto que se machucam e têm que ficar um tempo fora", revela Alessandra.

E na hora de fazer os abdominais básicos, os alunos também acabam cometendo erros. Eles tencionam demais o pescoço e tiram o quadril do chão, o que não é recomendado. "O certo é erguer a tronco com a coluna reta, sempre mantendo o pescoço alinhado. A pressão deve ser sentida no meio do corpo, mas precisamente perto do umbigo", explica Alessandra.

A perda de gordura se dá pela junção de diferentes atividades: musculação para membros superiores e abdominais também ou aulas localizadas. E é preciso paciência, pois os resultados não aparecem do dia para a noite. "Fazendo atividade física durante três meses, indo três vezes por semana, podemos garantir bons resultados na perda de peso e na definição muscular", conta a professora da Bio Ritmo.


Além de seguir corretamente as orientações dos professores na hora de fazer os exercícios, Alessandra ressalta a importância de se fazer um bom exame médico antes de iniciar qualquer atividade física. "Sempre procure um médico se estiver há muito tempo sem se exercitar e um profissional de Educação Física para orientar nas escolhas das atividades".

Por Juliana Falcão (MBPress)

Comente