Esportes na água que ajudam a emagrecer

Esportes na água que ajudam a emagrecer

Water Bike, como o nome sugere, é uma bicicleta na água. O equipamento pode ficar grudado na borda da piscina ou em suspensão. Foto Divulgação

Para ter uma vida saudável e garantira a boa forma, praticar exercícios físicos deve fazer parte da nossa rotina. Mas ir à academia todos os dias pode se tornar monótono, cansativo e quando não há uma orientação correta é possível até mesmo se machucar. Então que tal se exercitar na água?

Hoje em dia há diversas opções, entre elas: Deep Running, Water Bike e Hidrojump. Estudos comprovam que algumas modalidades aquáticas têm a mesma eficácia dos treinamentos de aparelhos da academia. Elas oferecem duas vantagens: perda calórica e amortecimento da carga corporal.

"A água ajuda a proteger as articulações e aumenta a resistência e a flexibilidade. Também resguarda o organismo do estresse dos exercícios, evita o erro da intensidade ou de carga excessiva", afirma a professora de Educação Física, fisioterapeuta e diretora da academia aquática "Aquatop", Kesia Medeiros Silva. "E o mais importante: os exercícios na água ajudam e muito aqueles que querem eliminar aqueles quilinhos a mais."

Kesia afirma que os treinamentos feitos na piscina são mais eficazes por darem a quem o pratica a sensação de prazer. "Nos dias ensolarados é provável que a fadiga e o calor atrapalhem quem faz uma atividade física. A partir do momento que o exercício é feito na água o treino se torna refrescante e divertido."

Na piscina é possível praticar o Deep Running (‘corrida em profundidade’) que é praticada com coletes que permitam que a pessoa ‘flutue’ e não toque o fundo da piscina com os pés. "É ótimo para o sistema cardiorrespiratório e intensifica a força muscular", explica a professora.

Já o Water Bike, como o nome sugere, é uma bicicleta na água. O equipamento pode ficar grudado na borda da piscina ou em suspensão. Em uma aula de 50 minutos é possível perder 400 calorias. Késia alerta: "O exercício é indicado para as pessoas que não tenham nenhum tipo de lesão, pois o exercício pode forçar ou desgastar os músculos, como o quadril."


Outra opção é a Hidrojump. São camas elásticas dentro da água e a atividade é baseada em ação e reação: a pessoa empurra a lona ao chão e essa empurra o corpo para fora. "Esse exercício auxilia no equilíbrio, já que a água gera uma estabilidade para quem o pratica. Caso a pessoa se desequilibre e caia, ela não vai se machucar, pois a água amortece."

De qualquer jeito o bom é procurar uma academia que tenha profissionais especializados e que possam te orientar sobre qual exercício é melhor para a sua necessidade corporal.

Por Flávia França (MBPress)

Comente