Dicas para voltar à academia depois das férias

Dicas para voltar à ativa

Nada melhor do que merecidas férias para dar uma desacelerada, não é verdade? Falta de rotina, troca de treinos na academia pelos passeios locais... Até que chega a hora de colocar a vida nos eixos novamente. E qual a forma correta de se recomeçar as atividades físicas sem lesões ou fadiga?

Lívia Lanzoni, personal trainer da Academia Bodytech, Unidade Shopping Eldorado, em São Paulo, explica que tudo depende do quanto tempo a pessoa ficou parada. "Caso a pausa tenha sido de apenas uma semana, a mulher pode continuar o treino de antes, mas vale a pena pegar um pouco mais leve nas cargas na semana do retorno", alerta.

Porém, após a segunda semana sem treinar, Livia afirma que as perdas passam a aumentar de forma mais significativa e na hora de retornar é melhor prestar mais atenção para não sobrecarregar. "É preciso analisar o que a pessoa fazia antes, no caso da musculação, é melhor mudar a intensidade do treino - pegar mais leves nas cargas - podendo até mesmo fazer um programa diferente nessa fase de readaptação."

Para evitar lesões, o segredo é não ter pressa. A personal avisa aos profissionais da área que neste momento é necessário traçar objetivos reais para os alunos. Isso ajuda a motivar o treino e garante que ele não vai ultrapassar os limites adequados para a segurança dos aspirantes a atletas.

A quantidade de dias treinados durante a fase de readaptação também vai depender de quanto tempo a pessoa ficou parada. "Se estamos falando de um triatleta, por exemplo, que ficou parado três meses e quer voltar aos treinos como era antes da pausa, fica inviável considerar que ele retome o treino exatamente como era", afirma Lívia.

Ao retornar à prática de exercícios é possível sim treinar todos os dias. Porém, a pessoa passa por uma reorganização de atividade, para que não fique sobrecarregada nos dias de treinamento.


A semana deve estar planejada antes de começar. Não adianta na segunda-feira fazer musculação pesada, corrida, aula de jump e dança e ficar os demais dias treinando leve. "Exemplo: vale mais a pena se organizar: treino de musculação leve na segunda com aula de dança; corrida com aula de alongamento na terça; musculação e alongamento na quarta; natação e jump na quinta; musculação e bike na sexta. Tudo isso num ritmo leve a moderado que aumente gradativamente conforme o tempo", orienta a personal.

Por Juliana Falcão (MBPress)

Comente