Dicas para treinar no inverno

Dicas para treinar no inverno

Foto: FreeDigitalPhotos http://bit.ly/JHVdLe

Chegou o inverno e a vontade de ficar debaixo do edredom é maior do que a de ir à academia, não é mesmo? Mas apesar de ser uma delícia curtir a cama quentinha, os exercícios físicos praticados nessa época do ano podem ser muito benéficos ao corpo.

Algumas vantagens da prática nessa estação é aumentar a resistência e a imunidade do corpo. "É indispensável a prática de exercícios físicos no inverno, pois evita doenças hipocinéticas e melhora nossa qualidade de vida e bem-estar", relata Omi Neto, personal trainer da Bodytech.

No inverno o corpo queima uma maior quantidade de calorias para manter a temperatura ideal do organismo. Em consequência disso, é mais fácil perder os quilinhos extras. "Como nessa época ocorre maior ingestão calórica, os melhores exercícios para praticar são os aeróbicos", afirma o personal.

Ele também alerta que o aquecimento é indispensável para treinar no inverno. "Este é um método composto de exercícios que são realizados antes das séries. Ele têm o objetivo de aumentar a temperatura corpórea, a irrigação dos músculos e a produção de líquido sinovial, que evita o risco de lesões", informa ele.

De acordo com Omi, no inverno as contusões são maiores do que no verão, pois a musculatura se encontra menos irrigada devido à queda de temperatura. Sendo assim, o aquecimento deve ser mais intenso e é recomendado entre 10 a 15 minutos antes da prática. E garante: "O surgimento de lesões não está diretamente ligado ao tipo de alimentação do indivíduo, mas uma dieta saudável e balanceada ajuda a reduzí-las e ainda auxilia o aumento da performance."

Para aquecer o corpo, os movimentos precisam ser realizados com agasalho que evitará o choque térmico. "Após regular a temperatura do corpo, sua utilização não é necessária no treino", diz ele, alertando para um desaquecimento no final da prática. "Ele é utilizado para voltarmos à nossa homeostase, ou seja, para retornarmos lentamente ao nosso metabolismo basal, sem que o organismo sofra mudanças drásticas. Isso evita o choque térmico", acrescenta.

O personal explica que a hidratação é muito importante para a manutenção do corpo. No entanto, no inverno ela é menor. "No verão precisamos de mais hidratação, pois a sudorese (produção e eliminação de suor pelas glândulas suporíparas) é mais acentuada", diz ele.


Para suprir o gasto extra de energia devido ao clima frio, o carboidrato precisa ser consumido antes e depois das práticas físicas. "Ele aumenta a nossa reserva energética. No entanto, é importante consultar um nutricionista para obter a prescrição de uma dieta balanceada", conclui Omi Neto.

Por Stefane Braga (MBPress)

Comente