Dicas e exercícios para secar a barriga

Dicas e exercícios para secar a barriga

Foto: Tetra Images/Corbis

Não é novidade que comer frutas, legumes e verduras fazem bem para a saúde, mas o difícil é colocar isso em prática todos os dias. A Organização Mundial de Saúde recomenda pelo menos 400g de frutas e legumes por dia, ou seja, cinco porções diárias para prevenir doenças cardiovasculares e até mesmo alguns tipos de câncer.

Emagrecer e perder barriga é possível para todas as pessoas que seguem os princípios básicos do emagrecimento: alimentação saudável, exercício moderado e descanso de qualidade. Mas com a agitação da vida urbana, nem sempre é possível passar horas na academia e comer diversas porções de frutas.

Para ter uma rotina saudável, algumas dicas devem ser seguidas. A nutricionista da rede Mundo Verde, Bruna Murtas, cita o óleo de cártamo como um dos produtos coadjuvantes que ajudam neste processo.

"O produto é fonte de ácido linoléico e inibe a ação de uma enzima que tem como função transferir a gordura presente no sangue para o interior das células adiposas (responsáveis por armazenar gordura)", explica. "Dessa forma, com o bloqueio da ação dessa enzima, a transferência de gordura para o interior das células também fica inibida, o que obriga o corpo a utilizar a gordura acumulada como fonte de energia durante a atividade física, estimulando a queima de gorduras, especialmente na região abdominal."

Outro óleo que é capaz de fazer verdadeiros milagres e secar a barriguinha é o óleo de coco. Ele reduz o Índice de Massa Corporal (IMC), bem como a circunferência abdominal. "Fonte de triglicerídeos de cadeia média (TCM), um tipo de gordura que é rapidamente absorvida e transportada para o fígado (onde se transforma em energia), o óleo de coco aumenta a termogênese, o que potencializa o gasto energético do organismo, além de causar saciedade", diz Bruna.

Estudos mostram também que o consumo regular de chá verde e/ou branco reduz o peso corporal e o IMC (Índice de Massa Corporal). A nutricionista Bruna explica melhor: "Essa redução corporal é resultado da ação antioxidante, antiinflamatória e termogênica (acelera o metabolismo, aumentando o gasto calórico)."

Outro alimento que possui efeito termogênico e acelera o metabolismo é o gengibre. A nutricionista conta que ele faz com que o organismo trabalhe em ritmo mais acelerado, gastando mais energia do que o habitual, levando à perda de peso. Além disso, possui ação antiinflamatória, outro fator que auxilia muito no emagrecimento.

A alimentação para quer ver a barriga sumir deve ser a mais natural possível, com variedades de legumes, verduras e frutas, cereais integrais e leguminosas. "Devem ser evitados alimentos gordurosos, frituras, doces, refrigerantes e bebidas alcoólicas. O cardápio deve ser bem variado e fracionado em cinco ou seis pequenas refeições ao dia", afirma a nutricionista.

Para auxiliar o processo de emagrecimento, nada mais eficiente do que praticar exercícios físicos. O personal trainer da academia Triathon, Eduardo Rodrigues, dá algumas dicas para secar a barriga rapidinho.

"Para redução da gordura localizada abdominal, os melhores exercícios são os aeróbicos, como, por exemplo, esteira, bike, transport, simulador de escada, aulas de bike e de corrida in ou out door. Porém, para que se tenha um melhor resultado é necessário executar essas atividades no mínimo de três a quatro vezes por semana e com duração mínima de 45 minutos."

Os exercícios abdominais são responsáveis tanto pela definição muscular quanto para melhorar a postura. Eduardo explica que é necessário realizar treinos específicos para região abdominal, dia sim, dia não. E sugere: um exercício para parte superior do abdômen com 3/4 séries de 15 repetições, mais um exercício para parte inferior do abdômen com a mesma série anterior e mais um exercício para os oblíquos (parte lateral) com as mesmas séries.


"Vale lembrar que isso deve ser feito apenas dia sim, dia não, pois a musculatura abdominal também precisa descansar, como qualquer outro músculo. Para que o praticante não sofra com lesões devido ao esforço, é extremamente importante realizar um treino de fortalecimento muscular com exercícios específicos para membros inferiores", lembra o personal.

Thaís Santos (MBPress)

Comente