CrossFit: a febre do momento

CrossFit

Foto: Lear Miller Photo/Corbis

Se você procura por exercícios que turbinem sua capacidade de lidar com a correria do dia a dia, o CrossFit pode ser uma boa opção para lhe deixar em forma. Combinando levantamento de peso, ginástica olímpica e atletismo, o treino de alta intensidade foca em movimentos funcionais variados, tornando mais fáceis as tarefas diárias que exigem força.

Para se ter uma ideia, os levantamentos de peso são feitos com barra, bola ou anilha. No caso da ginástica olímpica é usado o peso do próprio corpo. Ao contrário do que parece, todas as pessoas podem praticar essa modalidade. "Todos estão aptos. O CrossFit é como qualquer outro esporte, cada indivíduo vai trabalhar dentro de suas possibilidades, do seu nível de condicionamento e, claro, respeitando suas limitações", diz Luiz Mello, coordenador técnico da CrossFit BH. A atividade pode ser adaptada a todos os praticantes, até mesmo gestantes e cardiopatas.

E, apesar de ser uma aula coletiva (em grupo), a evolução é gradativa e individual. As cargas utilizadas vão aumentando conforme o feedback dos alunos.

"O principal benefício da prática é melhorar várias capacidades ao mesmo tempo, como força, resistência cardiorrespiratória, flexibilidade, equilíbrio, e levar o praticante a ter um melhor condicionamento físico geral, o que proporciona maior saúde e qualidade de vida, já que o indivíduo consegue realizar várias tarefas de forma mais eficiente e segura", detalha Luiz.

E para quem tem medo de se machucar com um treino tão intenso, o coordenador explica que a conversa inicial feita com o treinador para individualizar o treinamento, o respeito à evolução de cada pessoa e seguir à risca as indicações feitas pelos profissionais minimizam muito os riscos de quaisquer lesões.

O CrossFit nasceu nos Estados Unidos através de Greg Glassman. O coach americano desenvolveu um método que contempla todos os aspectos necessários para desenvolver as atividades diárias com segurança e eficiência. A CrossFit HQ coordena as filiações das demais academias para que possam ensinar a modalidade de acordo com os padrões de qualidade originais. Luiz Mello afirma que, para tudo correr bem, é importante que a academia procurada para o treinamento esteja filiada ao método original do CrossFit.

Os resultados, como diminuição do percentual de gordura corporal e aumento de massa muscular, são rapidamente percebidos pelos praticantes, mas o treinador da CrossFit BH diz que "isso é apenas consequência de uma melhor condição de saúde proporcionada pela prática".


Na hora de começar a treinar, é importante visitar um médico para avaliar sua saúde e fazer acompanhamento regular com um nutricionista para que não haja qualquer deficiência de nutrientes no organismo. Em geral, a recomendação dos profissionais é começar com treinos três vezes por semana e ir aumentando à medida com que o corpo for se adaptando aos exercícios. Ficou empolgada? Procure uma das academias filiadas no mapa oficial.

Por Juliany Bernardo (MBPress)

*Serviço: Coordenador técnico da CrossFit BH, Luiz Mello.

Comente