3 exercícios para abandonar de vez o sedentarismo

3 exercícios para abandonar de vez o sedentarismo

Não adianta, ainda não foi inventada uma fórmula milagrosa que emagreça e defina a musculatura em um piscar de olhos. Quem quer manter a forma deve se preocupar em mudar o estilo de vida. Praticar uma atividade física de forma regular combinada a uma dieta regrada é indispensável para ter uma vida saudável e manter a silhueta.

Quer desfilar com o seu biquíni sem neura no próximo verão? Então é bom você começar a se mexer e, claro, abandonar de vez o sedentarismo. Mas, cuidado com os exageros. De acordo com o personal trainer Anderson Pulgrossi, quando uma pessoa não está acostumada a fazer exercícios, é essencial que comece aos poucos, para não ter problemas de saúde e nem desistir no meio do caminho.

Uma das opções mais eficazes para os sedentários de plantão são os exercícios de baixo impacto, pois apesar de lentos, essas atividades queimam calorias, melhoram o condicionamento físico e, de quebra, trabalham a musculatura do corpo sem sobrecarregar ossos ou articulações.

Curtiu a dica e está pensando em começar a praticar algum exercício? Pulgrossi lista os três exercícios mais indicados para iniciantes com pouco condicionamento físico.

Musculação: O exercício deve ser realizado em dias alternados de duas a três vezes por semana com 30 minutos para cada grupo muscular exercitando o corpo todo. Além de modelar o corpo, a musculação ajuda a eliminar a gordura, perder peso, evitar doenças como a diabetes, devido a queima rápida de glicose e aumenta a massa muscular.

Treinamento aeróbico: Pode ser feito cinco vezes na semana, no mínimo 30 minutos, na esteira, no transport ou na bicicleta, que facilita o emagrecimento, pois usa a gordura do corpo como fonte de energia.

Alongamento/Yoga/Pilates: Ambas as atividades são indicadas para serem praticadas duas vezes por semana em dias alternados. Os benefícios são inúmeros: preparam a musculatura antes do treino, aumentam a flexibilidade, ajudam na perda de peso, melhoram a postura diminuindo dores nas costas, entre outras.

Por Paula Perdiz

Comente