Um novo tempo

O planeta Saturno se encontra no céu em oposição à Urano, simbolizando o limiar entre o velho e o novo, entre o que está instituído e as possibilidades novas, entre o passado e o futuro, entre o consolidado e o incerto (mas que pode ser muito criativo), entre o cotidiano e o "infinito", entre o pé no chão e o vôo, entre os limites e as permissões.

Há a necessidade de introduzir coisas novas na vida, até radicalmente, derrubando muros, estruturas, certezas. O ideal seria encontrar um meio termo, simbolizado na responsabilidade, compromisso, experiência, maturidade (Saturno) e na invenção, liberdade, inovação (Urano).

Mas a pessoa pode ficar presa aos ditames da "realidade" baseando-se em antigos padrões (Saturno) ou agir precipitada, impulsiva e radicalmente, rompendo tudo (Urano).

É o futuro confrontando com o passado. O que pode ser com o que já foi. É necessário morrer para as pedras do acomodado e preferir as curvas à certeza cristalizada das retas estradas...

Entretanto, com Saturno é importante utilizar a experiência passada, porque se aprendeu algo com ela, amadureceu, se lidou com certos limites e responsabilidades. Mas, há sempre o risco de estagnar, de acomodar, de repetir algo por segurança, por receio do novo, ou por repetir um padrão.

Entretanto Urano chega e diz, você precisa mudar, o que você se apegava não faz sentido, é preciso experimentar, experenciar o novo, o diferente e o inusitado. Sair de uma zona de conforto e encarar frente a frente o novo por mais estranho e inusitado que ele pareça.

Mas também aprimorar-se naquilo que você percebeu serem as suas dificuldades. Não culpando-se, mas buscando melhorar. É preciso preparar o terreno, semear, para que o que hoje é apenas uma visão, seja amanhã a realidade. Pois de nada adiantaria um impulsivo rompimento, pois há responsabilidades que precisam ser abraçadas. Mas se elas representam a maturidade da alma, e não a preocupação com o status, com garantias, com o ego...

Urano é o convite do Universo para a mudança, para não perder a capacidade de se surpreender com a vida e de expressar o que há de mais único e singular em cada um de nós. E Saturno são as responsabilidades, a maturidade, o tempo e a experiência, a lei da ação e reação, que mostra que colhemos o que plantamos.


Saibamos unir essas energias opostas, que são também complementares. E assim nos sentiremos mais íntegros. Mas é preciso vencer os medos... O que mais tememos é o que devemos enfrentar...

Isabel Mueller é astróloga, escritora e poeta. Trabalha com Astrologia desde 1992, dá cursos e palestras e atende a consultas de Mapa Astral, Trânsitos, Revolução Solar e Sinastria. É formada em Psicologia, integrante do Nears (Núcleo de Estudos Astrológicos do Rio Grande do Sul), do Conselho Deliberativo da CNA (Central Nacional de Astrologia). Autora dos livros de poesias "Céu da Boca" e "Alumbramento".

Comente