Tire suas dúvidas sobre viajar sozinha

viajarsozinha

Foto - Shutterstock

Seja para adquirir autoconhecimento em um novo cenário, fazer amigos ou mesmo por falta de companhia, é cada vez maior o número de mulheres que optam por viajar sozinha.

Pesquisa do Ministério do Turismo revelou que os brasileiros estão mais empenhados em viajar sozinhos. O percentual atingiu 17,7% dos brasileiros que pretendem viajar, principalmente na faixa dos turistas de até 35 anos. Saiba quais as principais dúvidas de quem deseja viver esta experiência com Eduardo Martins, da Keep Company Viagem para Solteiro.

Você não está totalmente sozinha - É grande o número de pessoas que embarcam sem companhia de amigos, parentes ou par romântico. Os viajantes solteiros são pessoas economicamente ativas, na faixa etária de 30 a 55 anos, com nível universitário, que viajam em média cinco vezes por ano, independentes e que desejam se relacionar dentro de um grupo.

Procure sua turma - Muitos viajantes solitários se sentem frustrados quando procuram as agências de turismo convencionais que vendem pacotes para público formado em geral por famílias, casais em lua de mel, crianças ou grupo fechados que não estão abertos a novas amizades, o que deixa os viajantes solteiros deslocados. Em agências especializadas, é possível encontrar outros viajantes solteiros, aumentado em muito as chances de integração do grupo.

Onde ficar? - Todo viajante solteiro já ouviu falar que a melhor opção para fazer novas amizades é se hospedar em hostels ou albergues da juventude. O ambiente de sociabilidade e a alta frequência propiciam o contato entre viajantes e o interesse por novas amizades.

Ao mesmo tempo, nem todos os viajantes têm o perfil de dividir o quarto com desconhecidos e tampouco dominam outra língua, assim o viajante solo continuaria sozinho do mesmo jeito. Pelo baixo custo da hospedagem, os hostels não recebem apenas turistas em buscas de novas amizades.

Fique atenta - Para a segurança do viajante, em qualquer país do mundo, a dica é jamais andar com passaporte original na bolsa ou na carteira. Este é o documento mais importante do turista e deve permanecer trancado no cofre do quarto do hotel e andar apenas com uma cópia do documento.

Nunca é demais lembrar que é preciso tomar cuidado com dinheiro e cartões de crédito e vestir-se de forma menos extravagante possível afim de evitar chamar a atenção de criminosos. Não se esqueça também de levar pelo menos duas trocas de roupa na bagagem de mão, para não passar por apuros em caso de extravio de bagagem.


Por Vila Mulher

Comente

Assuntos relacionados: viagem autoconhecimento viajar sozinha