Sustentabilidade começa nas relações pessoais

Sustentabilidade começa nas relações pessoais

Foto: FreeDigitalPhotos http://bit.ly/JHVdLe

Ao falar em sustentabilidade logo se pensa no desenvolvimento econômico e industrial, consumismo e o respeito à natureza. Porém, a sustentabilidade é um conceito muito mais abrangente, que deve ter início nas relações pessoais, com base no respeito mútuo entre as pessoas.

Prover o melhor para os indivíduos, assim como para o ambiente, é praticar a sustentabilidade no seu sentido mais amplo. Qualquer empreendimento humano, seja um negócio, um clube ou uma família, só será perene se for socialmente justo e culturalmente aceito.

A escassez dos recursos naturais, as doenças endêmicas, as crises econômicas, a queda na qualidade de vida, o estresse, os distúrbios familiares são reflexos daquilo que não cuidamos até aqui e que afetam a vida das pessoas em curto, médio e longo prazos.

Numa empresa, como podemos identificar uma liderança sustentável? É aquela que atrai e retém talentos com base em relações harmônicas. São estas que garantem o compromisso com os resultados e o orgulho de cada indivíduo de pertencer à organização.

Uma equipe de sucesso, segundo definição publicada recentemente pela revista "The Economist", é formada por profissionais que reúnem competências para resolver problemas inéditos ou inventar soluções. Nunca é demais repetir na questão ambiental são as pessoas que fazem a diferença.

Em sua participação da Rio + 20, a líder indiana Jayanti Kirpalani, principal representante das Nações Unidas em Genebra, que ministrou palestra com o tema "O Futuro que queremos: alinhando consciência e ações", reforçou a tese de que a sustentabilidade tem início nas relações humanas.

Para ela, o descaso com a natureza está intimamente ligado a todas as crises que o mundo está vivenciando hoje, e uma relação sustentável com meio ambiente só será possível quando aprendermos a cuidar de nós mesmos e dos outros. "Em nossas relações, sempre pensamos no que vamos ganhar. A partir do momento em que começarmos a doar, conseguiremos uma vida de paz e equilíbrio com todos os seres e com a Terra", conta.

Que tal refletir sobre essa questão e começar a aplicar essa teoria nas relações pessoais do dia a dia?

Por Carmem Sanches

Comente