Solidariedade dos brasileiros ultrapassa fronteiras

Solidariedade dos brasileiros ultrapassa fronteira

A solidariedade faz parte da vida dos brasileiros. O simples ato de ajudar quem precisa é parte de nossa cultura. O povo brasileiro é capaz de dividir a dor e o sofrimento de outras pessoas, e tentar ajudar da maneira como pode àqueles que necessitam. Sem olhar a quem, nosso povo sai em socorro dos que precisam, sempre motivado pela tristeza e comoção frente a tragédias, sejam elas causadas pela força da natureza ou pelas mãos de homens insensatos.

Vemos isso claramente esta semana, quando diante da tragédia de Realengo,na ocasião do ataque a crianças em uma escola no Rio de Janeiro, uma fila de doadores de sangue se formou no Hemorio. Foram 900 doadores de sangue, comovidos com o apelo da instituição que recebeu as vítimas, todas eram crianças. A fila permaneceu o dia todo, e as pessoas aguardavam pacientemente pela sua vez de doar sangue.

Também na ocasião dos deslizamentos de terra no Rio de Janeiro, no início deste ano, as imagens de colaboração entre as vítimas, o socorro prestado por civis e as doações do Brasil inteiro para aqueles que não tinham mais nada, tocaram o coração do povo brasileiro. Só a LBV de São Paulo chegou a arrecadar mais de 100 toneladas de mantimentos, que foram encaminhados às vítimas. Fora roupas e calçados.

Em outros eventos climáticos que terminaram em desastres e desabrigaram famílias o brasileiro pode mostra sua boa vontade em ajudar. Como em Santa Catarina, em 2008, que geraram iniciativas diversas em apoio à reconstrução e bem estar das famílias atingidas. Assistimos também nesta situação pessoas simples, sem qualquer interesse, compartilhar o pouco, ou muito, que se tem em benefício dos que mais precisavam. E é assim que acontece diariamente nas ruas do Brasil, o povo brasileiro sempre está disposto a ajudar.


As tragédias acontecidas no Haiti e no Japão, países vítimas de terremotos devastadores, também causou comoção nos brasileiros. Uma das campanhas mais fortes de ajuda ao Japão, realizada pelas entidades nipo-brasileiras, a Campanha de Arrecadação às Vítimas do Terremoto no Japão, anunciou doações em torno de um milhão e trezentos mil reais. Para o Haiti, a Caritas Brasileira divulgou resultado da Campanha SOS Haiti, promovida pela instituição em parceria com a CNBB, em seis meses, mais de oito milhões de reais foram arrecadados.

Por Catharina Apolinário

Comente

Assuntos relacionados: bem estar brasil doações

Quiz de Celebridades!

Quem é mais jovem?