Rituais de primavera

Rituais de primavera

Cada estação traz sensações diferentes ao nosso organismo. São vibrações que mudam a nossa rotina, em pequenas atitudes e sentimentos, que fazem parte de um ciclo de equilíbrio da natureza. Quando o homem a respeitava, a troca das estações era mais presente, não só na alteração do próprio clima, mas também por conta das festas e rituais. Na mitologia grega, as estações foram criadas pelos deuses como um presente de amor incondicional para os homens.

"Praticar rituais é fortalecer uma linguagem do inconsciente que viabiliza caminhos de cura, força e poder pessoal. Infelizmente, hoje os rituais são poucos e ficaram distorcidos com questões de marketing para venda de produtos, o que faz com que eles percam a essência do que realmente significam. Mais importante do que rituais antigos são os rituais que você pode fazer em sua vida, hoje, e todas as maneiras fabulosas que eles podem intervir gerando luz sobre situações e relacionamentos", enfatiza Luciane Gerodetti, psicóloga e terapeuta floral.

Segundo a autora do livro "Projeto Estações - Winter, Spring: rituais sagrados e essências florais para sintonizar a alma com as qualidades das estações", o inverno pede uma interiorização maior, a fim de ajudar a pessoa a tomar as medidas necessárias para harmonizar-se e nutrir-se, como uma árvore que "adormece" para florescer na primavera. "O inverno nos dá como um convite ao autoconhecimento e individuação". Agora, com a chegada da primavera, é tempo de plantar o que se vai colher lá na frente, no verão, depois disso voltamos ao recolhimento no outono, ou melhor, voltamos ao início do ciclo.

"É um convite à criatividade e não temos como criar se não estamos em contato conosco mesmo. O verão traz a expansão, o crescimento, e o outono traz a poda. Todas as estações se complementam e são fundamentais. O que acontece é que a primavera tem um encanto mais evidente e visível com suas flores coloridas e seu romantismo delicado, e como assim a interpretamos, assim a vemos", explica a psicóloga.

Rituais de primavera

Foto/Divulgação

Portanto, é hora de aproveitar a chegada da época das flores, relacionada com a deusa da fertilidade, Deméter, com rituais que envolvem sementes. Elas podem estar no centro da mesa de jantar em um vaso transparente, como explica Luciane:

"Todos os dias durante essa estação, pegue um punhado de grãos pela manhã e jogue no vaso, mentalizando quais são as sementes que você estará plantando naquele dia. Você pode plantar mais paciência, mais amor, mais otimismo, mais perdão, mais entusiasmo, mais bondade, mais gratidão, mais apreço, mais amizade, entre tantas outras incríveis possibilidades. O vaso vai se enchendo e te ajuda a lembrar o caminho que está seguindo. Cada vez que você jogar suas sementes, lembre-se de que a lei irrefutável da vida é que você colhe o que planta. Caso você passe o dia todo fora de casa, você pode achar um cantinho no trabalho e deixar uma parte dos grãos daquele dia. Ao voltar para casa, termine de colocá-los no vaso. Esse vaso acaba concentrando uma forte energia positiva que irradia para sua casa. Todo ritual envolve intenção e serve como um mapa para o fluxo de nossa energia".

Rituais de primavera

Luciane Gerodetti

Com mais ofertas de flores, ela também indica usar vários vasinhos em casa, sempre com os tipos de acordo com as suas necessidades. "Feche os olhos e pergunte à sua sabedoria interior qual é a flor que você precisa para ajudá-la a se equilibrar, imagine o que deseja equilibrar, e então perceba a resposta. Você pode ver surgir uma flor grande e branca, ou pequena e rosada, ou amarela com vermelho, enfim. Vá em busca dessa aliada e honre sua casa e seu trabalho com elas".

Também para a primavera, a terapeuta indica o uso de florais com composições desenvolvidas conforme o posicionamento dos astros. "Quando você faz uso de um floral para ressoar com aquela estação, você está praticando um ritual de harmonização com as forças que regem esse período e com a sabedoria que o acompanha. Também consideramos o trânsito celeste de acordo com a astrologia e as regências planetárias, que variam ao longo do ano". O floral é feito de uma carga bioelétrica vibracional que ressoa com o sistema emocional e mental de cada um, de tal forma que ajuda a equilibrar esses universos. Mais do que isso, também destrava bloqueios e ajudar a fazer uso dos recursos internos, mas que não está sendo utilizado.

Dessa forma, o floral elaborado por ela chamado de Spring, reúne essências responsáveis por incentivar a expansão, a criatividade, o positivismo e o poder pessoal. "Seu objetivo é trazer a consciência do que plantamos, para ser coerente com o que se deseja colher". Veja a sua composição:

Angus - trabalha a superação das resistências, o ganho de coragem e flexibilidade;

Gemma - trabalha o poder da voz, da palavra falada em sintonia com a clareza e amorosidade do coração;

Elongata - essência de expansão, perspectiva e otimismo. Ajuda a construir novos vínculos com pessoas e situações. Fortalece a fé.

Harleyi - para tratar o perfeccionismo que impede de experimentar e gerar coisas novas;

Mandevilla - assumir a responsabilidade sobre sua própria vida e experiências. Ajuda a dar consciência e a parar de culpar o outro pelo o que não dá certo.

Mucugea - ajuda a revelar nossos dons e talentos naturais, potencializando a expressão dos mesmos. Ajuda a resgatar questões de sexualidade.

leia também


Pini - resgata a alegria e traz abertura para enxergar a vida de novas maneiras. Desperta a curiosidade, leveza e ajuda a fazer uma conexão com a energia de nossa criança interior.

Thera - trabalha o medo grande de coisas pequenas. Abre a visão, a coragem e a ousadia. Dá centro, firmeza.

Por Juliana Lopes

Comente

Assuntos relacionados: florais primavera astral estação rituais