7 motivos para ter um relacionamento feminista

Igualdade em primeiro lugar. Para começo de conversa, todo relacionamento deveria ser assim!
relacionamento feminista

Foto: Istock

Homens que proíbem suas parceiras de terem amigos, falam no seu lugar e até mesmo cultivam relacionamentos abusivos são extremamente fáceis de encotrar. Todas nós, mulheres, já escutamos ou vivemos uma história de relacionamentos que convivem com o machismo e lutam para sobreviver.

Um relacionamento feminista é um relacionamento onde não há hierarquia de gênero. São namoros e casamentos onde o homem ouve, respeita e admira sua parceira pelo que ela é, sem proibir ou se autoafirmar.


Veja abaixo alguns motivos para ter relacionamentos igualitários de acordo com o portal irresistivel.com.br:

  • Há paridade em seu relacionamento. Vocês se apoiam para alcançarem seus objetivos e pleno potencial – porque sabem que juntos são mais fortes, como uma equipe.
  • Os homens apoiadores do feminismo reconhecem que o prazer de uma mulher é tão importante quanto o deles. Não há aquela história de virar para o lado e adormecer depois de gozar. Além disso, seu parceiro nunca vai te envergonhar por seu passado. O número de relações sexuais anteriores não é grande coisa.
  • relacionamento feminista

    Respeito é a base de um relacionamento igualitário. Foto: Istock

  • Você não se preocupa em não manter relacionamentos com amigos do sexo oposto. Seu parceiro sabe que você pode e deve se relacionar com outros homens e outras mulheres.
  • Por meio de seu relacionamento, você serve de modelo de igualdade para seus filhos. Mas se houver divórcio, reconhece que ambos os pais merecem estar na vida deles.
  • relacionamento feminista

    Homens que não "jogam" a responsabilidade da gravidez e dos filhos somente na mulher são pró-feminismo. Foto: Istock

  • Suas queixas e preocupações nunca são deslegitimadas por causa do sexo, e seu parceiro nunca diria algo como, “parece que alguém que está de TPM”.
  • Seu parceiro ama o seu corpo, mas reconhece que as decisões que você toma a respeito dele são apenas suas. Os direitos sexuais e reprodutivos são importantes para ambos.
  • Mansplaining (quando o homem interrompe a fala da mulher para explicar basicamente o que ela estava dizendo) não é um problema com o qual você precisa lidar em sua própria casa, graças a Deus.
  • Comente