Reciclagem: 5 coisas que nunca devem ir para o lixo

Escovas de dente, televisores de tubo e acessórios de telefonia podem virar novos produtos ou até serem fonte de energia
Reciclagem-lixo

Foto - Shutterstock

Reciclagem é a palavra da vez ! Segundo as estatísticas, somente 11% de tudo o que se joga na lata de lixo, em nosso país é, de fato, reciclado. A situação do planeta não é fácil e já tem muita gente por aí sentindo os efeitos na pele. Em tempos de aquecimento global, crise hídrica e poluição intensa, todo tipo de reutilização é bem vinda.

Separar os diferentes materiais na hora do descarte é uma pequena atitude que tem um grande impacto ambiental. O fato é que o seu lixo pode ser fonte de novos produtos e até energia elétrica, você só precisa contribuir!

Nós listamos abaixo ítens que você nem imaginava mas que podem ser reciclados. Confira:

1- Escovas de dente

Seguindo as recomendações dos dentistas, a cada três meses devemos trocar as escovas de dente. Então já dá para imaginar a quantidade de escova de dentes que vai para o lixo não é? 

O objeto de higiene é totalmente reciclável, das cerdas de nylon ao cabo de plástico, tudo pode ser encaminhado para a coleta seletiva.

2- Celulares e acessórios de telefone

Quando nos atualizamos e compramos um modelo novo, os celulares antigos não devem ir para o lixo. Isto porque além dos metais tóxicos, o celular também é composto por carcaça, placa de circuito impresso, bateria e chip. Para o descarte correto, já existem caixas coletoras das prefeituras em supermercados, bancos, universidades entre outros locais. 

Já acessórios em geral podem conter materiais como ouro, prata, paládio, cobre e estanho. Lojas de marcas de celulares e operadoras têm postos de coleta específica para esse tipo de material.

3- Esponjas de lavar louça

Para reciclar as esponjas de louça, a marca Scotch-Brite se juntou à TerraCycle para criar um sistema de coleta e reciclagem das esponjas. Saiba mais sobre como participar no vídeo explicativo:

4- Computadores

Procure utilizar seu computador até o fim de sua vida útil. Caso não tenha mais conserto, encaminhe o computador para a reciclagem. Grande parte dos componentes eletrônicos é reciclável, o que garante o reaproveitamento de 80% dos materiais plásticos e metais. 

Outra opção é devolver o PC ao fabricante que será responsável pela destinação correta, graças à política de logística reversa prevista pela Lei de Resíduos Sólidos, que está em vigor no país.

5- Televisores de tubo

Como dissemos acima, os fabricantes e revendedores serão obrigados a receberem seus antigos aparelhos de volta. Por enquanto, reciclar televisões de tubo ainda não é tarefa tão simples, pois alguns locais que oferecem o serviço não vão até a casa do consumidor buscar o produto e, mesmo que o preço seja pequeno, cobram pelo serviço.

Agora que você já está um pouco mais informada, nada de jogar esses ítens no lixo viu? Outra dica é apostar sempre que possível em produtos sustentáveis.

Por Thamirys Teixeira

*Com informações de eCycle

Comente