Projeto "Body Image Movement": ame seu corpo como ele é!

beleza mulher

Foto divulgação

Taryn Brumfitt era adepta ao fisiculturismo competitivo e tinha o que muitos consideram o corpo perfeito. Mas ela abandonou tudo para fundar o projeto Body Image Movement e incentivar outras mulheres a amarem seus corpos do jeito que eles são.

Taryn lutou contra a balança praticamente a vida toda. "Você é gorda, você é feia e você é repugnante. Isso era o que eu costumava a dizer a mim mesma quando me olhava no espelho", diz ela. A situação piorou ainda mais depois que ela teve seu terceiro filho. Foi quando a obsessão pelo corpo escultural começou e Taryn chegou, inclusive, a perder 13 quilos em pouco mais de 4 meses - mas nada disso a fez feliz. "Eu tinha um corpo perfeito sim, ou quase isso. E quer saber?" disse ela, "nada mudava a forma como eu via meu corpo".

Pouco antes de entrar na faca, com uma cirurgia marcada para levantar os seios e chupar toda a gordura extra na barriga, a ficha caiu. Cancelou a operação, abandonou os treinos e decidiu de uma vez por todas amar o próprio corpo do jeitinho que sempre foi. A principal motivação foi a sua filha, Mikaela. "Como eu irei ensiná-la a amar o próprio corpo se eu não posso fazer o mesmo?", disse.

A australiana então criou o Movimento Body Image e até iniciou um projeto no Kickstarter para poder filmar um documentário apelidado de "Embrace", pelo qual ela pretende exibir diversas histórias de vida e tentar inspirar outras mulheres a redefinir os ideais de beleza e amarem o que veem no espelho.

Quer saber mais sobre o projeto? Visite o site Body Image Movement.


Por Tissiane Vicentin

Comente

Assuntos relacionados: corpo perfeito corpo mulheres