Problemas com o sono?

Dormir é necessidade fisiológica de todo ser humano, mas para alguns é difícil ter uma boa noite de sono. Apnéia do sono, ronco e insônia são algumas das causas de noites mal dormidas.

A qualidade do sono interfere muito na vida diária das pessoas. Cansaço, mau humor, dores de cabeça, dificuldade de concentração e outros sintomas desgastantes no dia seguinte são reflexos da noite de sono mal aproveitada.

O sono é o momento de descanso do corpo e da mente, fundamental para suas funções biológicas. Muitos necessitam de muitas horas, para outros, poucas horas são suficientes, porém, ter uma noite de sono tranqüila é algo imprescindível para o bem-estar das pessoas.

Conheça um pouco mais sobre a insônia e apnéia de sono e veja também como a alimentação pode influenciar o sono.

[quebrapagina]

Insônia

A insônia pode ser resultado da ansiedade, depressão, estresse ou pode acontecer em decorrência de alguma doença. Pode se manifestar de três formas: a demora para iniciar o sono, o acordar durante a noite e o despertar muito cedo. Pode ocorrer de forma transitória, num período de preocupação e estresse ou pode persistir por mais de três semanas, quando é denominada crônica.

Para combater este distúrbio é importante diagnosticar sua causa e fazer o tratamento correto, mas alguns hábitos diários e dicas de alimentação podem colaborar com essa situação.

Apnéia do sono

A apnéia do sono é a obstrução das vias aéreas por alguns momentos durante a noite

e os principais sintomas são o ronco e a sonolência excessiva durante o dia. É preciso buscar um tratamento, pois a apnéia pode afetar vários órgãos do corpo, principalmente o coração, dessa forma o individuo corre o risco de desenvolver arritmias, hipertensão, infarto, etc.

O ronco é a tradução sonora que indica a diminuição ou estreitamento da via aérea durante a passagem do ar. Se for um processo de estreitamento severo resulta na apnéia.

Algumas dicas gerais para um sono tranqüilo:

Beber uma xícara de leite morno com mel antes de dormir é uma boa pedida. O leite contém triptofano, que age como um indutor natural do sono, por aumentar a quantidade de serotonina, um sedativo também natural do cérebro. O mel também é proposital por ser um carboidrato, facilita a entrada do triptofano no cérebro.

Evite o consumo exagerado de alimentos gordurosos, azia e má digestão causam inquietação durante o sono. Bebidas estimulantes como chá preto, chá mate, café, refrigerantes, bebidas alcoólicas possuem em sua composição xantina e cafeína que estimulam o sistema nervoso central.

Tomar banho quente antes de dormir, usar roupas leves, confortáveis, ler um livro, ouvir uma música para relaxar, também são boas sugestões para que você tenha uma boa noite de sono.

Por Roberta Silva

Nutricionista - CRN-3 14. 113

Comente