Plataformas vibratórias para ajudar na malhação

Plataformas vibratórias para ajudar na malhação

Divulgação/ Johnson Health Tech

Não adianta, tem gente que não gosta de academia e por mais que apareçam novidades em modalidades esportivas não há nada que atraia para a prática. Para que essas pessoas, que detestam os exercícios físicos, mas ao mesmo tempo querem trabalhar o corpo, há no mercado aparelhos alternativos, dois desses como as plataformas vibratórias da Johnson Health Tech.

Os aparelhos que servem também para complementar a malhação feita na academia podem ser encontrados em duas versões, o V109, mais indicado para relaxamento e o V209, para quem tem o objetivo de tonificar os músculos. Eles custam respectivamente R$ 1.990,00 e R$ 2.390,00. Bem mais barato que o similar tão comentado em anos anteriores, o Power Plate, usado por celebridades mundo afora.

Os aparelhos têm programas manuais onde a pessoa planeja repetições a partir do tempo e programas pré-definidos que através das indicações do console possibilitam realizar programas de treino que definem postura, tempo, velocidade e descanso trabalhando os grupos de músculos desejados pelo usuário.

Plataformas vibratórias para ajudar na malhação

Divulgação/ Johnson Health Tech

Vale lembrar que o exercício gerado pela plataforma não é involuntário, ou seja, não adianta só subir no degrau e esperar vibrar. Pelo contrário, o aparelho exige que você esteja em uma posição de exercício, já que as vibrações servem para dificultar sutilmente, que você se mantenha nela. O aparelho não queima calorias, o exercício é de tonificação muscular e, apesar de ter um gasto calórico pouco menor do que um exercício aeróbico, não é indicado para quem quer perder peso.


Por Larissa Alvarez

Comente