Pílula anticoncepcional: tire suas dúvidas

Pílula anticoncepcional tire suas dúvidas

As pílulas anticoncepcionais são indispensáveis na vida de muitas mulheres, mas mesmo sendo algo tão presente, é comum que todas nós tenhamos algumas dúvidas sobre a melhor forma de utilizá-las. Por isso pegamos algumas dicas e informações bacanas com o coordenador do serviço de ginecologia e obstetrícia do hospital San Paolo, Gilberto Nagahama. Confira:

Todo dia no mesmo horário?: de acordo com o médico, as pílulas anticoncepcionais devem ser tomadas no mesmo horário, pois o tempo de ação de cada pílula é de aproximadamente 24 horas. Tomar em horários irregulares não necessariamente tira o seu efeito, mas pode levar a um fenômeno comum conhecido como spotting ou sangramento de escape, e até mesmo irregularidades menstruais.

Esqueci, e agora?: o ideal seria que nenhuma pílula fosse esquecida, mas caso ocorra este imprevisto, a paciente deve desprezar a pílula esquecida e seguir tomando a mesma cartela. Se isso se repetir por dois dias consecutivos seria melhor parar de tomar e esperar a próxima menstruação para reiniciar o uso de forma adequada. Esquecer de tomar pílulas oferece maior risco de engravidar.

Uso combinado com outros medicamentos: há alguns remédios que podem interferir na ação dos anticoncepcionais como anticonvulsivantes, alguns antibióticos, laxantes entre outros. O médico alerta que é importante estar sempre atenta com as bulas, pois há informações sobre interações medicamentosas e seus efeitos. Há também situações clínicas que podem interferir com a absorção e consequentemente a ação dos anticoncepcionais, como vômitos e diarreias graves.

Outras finalidades: as pílulas podem ser usadas para regularizar os ciclos menstruais, tratamento para alguns tipos de cistos ovarianos e pode evitar características secundárias a alterações hormonais como acnes e hirsutismo, por exemplo.

Pílula do dia seguinte: Nagahama lembra que a pílula do dia seguinte não é um método contraceptivo, seus riscos de engravidar são inaceitáveis como método seguro, por isso só deve ser usada em casos específicos. Tomar a pílula do dia seguinte junto com anticoncepcional tem como principal risco a irregularidade menstrual devido basicamente ao excesso de hormônio.


Variedades: existem inúmeros tipos de anticoncepcionais em relação à via de administração que pode ser intramuscular, oral, transdérmico, intra-uterino, subcutâneo e vaginal e podem apresentar diferentes hormônios e posologias. Por isso, o ginecologista lembra que é imprescindível a visita regular ao seu médico para encontrar o melhor método para você.

Por Larissa Alvarez

Comente