Orientações Astrológicas para 2010

No novo ano há vários posicionamentos astrológicos significadores de mudanças individuais e coletivas. Transformações econômicas, políticas, sociais, ambientais, no significado de poder, de realização e na luta entre as forças de manutenção e de renovação.

São posicionamentos semelhantes aos de momentos cruciais na história humana, como na época de 1930, de crise econômica mundial, de um clima austero e da reconstrução de modelos obsoletos.

É o que astrologicamente chamamos de "quadratura T", envolvendo planetas que simbolizam a necessidade de mudanças e de uma nova conscientização para a vida humana.

Também teremos em 2010 desdobramentos de outras posições astrológicas, como por exemplo, as que ocorreram à época da queda das torres gêmeas.

Enfim, são símbolos de tempos de grandes mudanças, em que o ser humano deve agir conscientemente, com responsabilidade, para que não haja a necessidade de mudanças drásticas para que "acordemos".

Isso não significa que devemos nos alarmar e adotar pensamentos pessimistas ou atitudes derrotistas. Ou insistir em velhos padrões e atitudes.

Pelo contrário, é um estímulo à evolução, já que momentos de crise são também de grandes oportunidades, aos ousados e aos que tem coragem de inovar, de mudar, sendo flexíveis e responsáveis, e pensando no bem não apenas individual, mas coletivo.

Os planetas que simbolizam os ciclos coletivos estarão nos chamados "signos cardinais" (Áries, Libra, Capricórnio).

Estes signos iniciam as estações do ano, marcando simbolicamente novos tempos, o início de processos importantíssimos, que terão o seu desdobramento ao longo dos próximos anos.

Os posicionamentos astrológicos mais importantes de 2010:

Saturno passará a maior parte do ano no signo de Libra, simbolizando o desafio de amadurecimento nas relações e de compromissos e responsabilidades em que sejamos éticos. Isso vale em todos os relacionamentos e parcerias: amorosas, profissionais, de negócios. As relações deverão ter estrutura, solidez, as pessoas terão que fazer escolhas, colocar as coisas "na balança".

Estarão se formando novas alianças, acordos e contratos. E a ética deverá pautá-las.

Novas leis e princípios para os relacionamentos humano e a vida em sociedade.

É necessário ser responsável e maduro, pois cada decisão afetará os relacionamentos.

É importante buscar algo que seja positivo a todos os envolvidos, mas que isso não signifique despersonalização, ou ficar "em cima do muro". Estarão evidenciadas as questões relativas à diplomacia, à paz x guerra, à justiça, às leis.

Mas Saturno ainda retornará ao signo de Virgem, entre abril e julho, marcando um período em que deveremos dar um fechamento à questões profissionais e também relativas à saúde e à qualidade de vida. Esta é uma fase de aprimoramento e de questionamentos no trabalho.

E também das questões ambientais, da falta de cuidado e atenção com o planeta, cobrando o seu preço.

Plutão está em Capricórnio, simboliza as transformações no poder, na economia, na política, nos governos, na sociedade. Um processo que iniciou em 2008, mas que chega a um ponto de clímax em 2010, já que Plutão fará contato astrológico desafiador com Saturno, Júpiter e Urano.

Símbolo das estruturas obsoletas que estão "morrendo", do poder que não se sustenta, se não tiver uma firme base. Símbolo de mudanças no eixo de poder do mundo, na derrocada de grandes instituições e corporações, outrora consideradas infalíveis.

Representa também o perigo das atitudes controladoras, repressivas, das forças que tentam manter tudo como está (embora se perceba ser impossível a manutenção, pois é época de grandes mudanças).

Individualmente representará modificações no significado de sucesso e realização e também na carreira profissional e na marca pessoal deixada através daquilo que fazemos no trabalho e na sociedade. Acentuação dos medos, bloqueios e comportamentos arraigados no ser humano.

Júpiter e Urano estarão conjuntos em Áries, em junho, significando uma forte energia de iniciativa, de individualidade, de novos começos, de independência, que se não for bem dosada pelas responsabilidades e compromissos nos relacionamentos (Saturno em Libra) poderá levar a rupturas e a situações bélicas, conflitos, à força bruta agindo cegamente.

Por outro lado, esse momento estimulará inícios e iniciativas, podendo representar a semente de um novo tempo em nossas vidas.

Júpiter ainda estará em Peixes a maior parte de 2010, (bem como Urano), sinalizando as questões coletivas que mexem com nossos sentimentos, solidariedade, com questões voltadas para os excluídos, os marginalizados pela sociedade.

Símbolo também de acontecimentos em larga escala que envolvem a água, os oceanos, as emoções, o inconsciente coletivo, a espiritualidade, a arte, as ilusões.


Confira a coluna na próxima semana, pois comentarei as orientações para os 12 signos!

Comente