Olheiras: dá pra se livrar de vez?

Olheira

Crédito: Getty Images

Muita gente vai concordar que as olheiras nem deveriam existir. A intensidade dessas marquinhas escuras que ficam abaixo ou ao redor dos olhos variam a cada pessoa e tem algumas razões de existir.

Pelo menos três são apontadas. Pelo acúmulo de vasos na região das pálpebras, pela pigmentação escura da pele ou ainda pela atrofia e queda dos tecidos, que aumenta o sulco abaixo das pálpebras.

Entre os fatores determinantes para o surgimento das sombras escuras há a concentração de melanina (pigmento que dá coloração à pele) sob os olhos. As causa mais comum é o próprio cansaço, falta de sono, estresse, envelhecimento, hereditariedade e exposição solar.

Resta saber se há tratamento definitivo para se livrar das olheiras. Será?! Bom, infelizmente, a má notícia vem do cirurgião plástico e cosmiatra, Márcio Castan, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

O profissional informa que a cura total das olheiras é quase impossível. Mas há uma gama enorme de recursos para amenizá-las, que incluem desde dicas de saúde até tratamentos médicos.

"Com algumas mudanças de hábitos é necessário associar cremes à base de vitamina A e C, ácido mandélico e vitamina K. E quando as olheiras apresentam um fator vascular importante, as compressas vasoconstritoras (processo de contração dos vasos sanguíneos) funcionam muito bem", tranquiliza o cirurgião.

Para adotar um tratamento propriamente específico, Dr. Castan afirma ser imprescindível conhecer a origem, isto é, o que está causando de fato esse problema.

Se for pelo acúmulo de vasos na região das pálpebras, o tratamento deve ser realizado com técnicas que combatem os vasinhos, como o uso da luz pulsada (não queima) e laser. Caso seja devido à pigmentação escura da pele, indica-se o uso de clareadores e peelings.

"É importante alertar que, se o problema for atrofia e queda dos tecidos, que aumenta o sulco abaixo das pálpebras, a maneira mais correta de tratar é eliminar o vale formado no local. É um preenchimento estético que tem durabilidade de 9 a 12 meses, podendo chegar a dois anos em alguns pacientes", detalha.

Quem sofre com as benditas olheiras e se interessou por esse tratamento, cuidado. Antes de realizar qualquer procedimento estético é fundamental consultar um profissional. Só ele saberá indicar o melhor tratamento para cada paciente sem apresentar riscos ou efeitos indesejados.

Dicas para evitar as olheiras

- Procure dormir no mínimo 8 horas por noite;

- Evite esfregar os olhos;

- Mude os hábitos alimentares, diminuindo a quantidade de sal, álcool e cafeína ingeridos ao longo dos dias;

- Abandone o cigarro;

- Use protetor solar.


Por Natália Farah

Comente

Assuntos relacionados: olheiras corretivo