O que significa a Páscoa?

O que significa a Páscoa

Ovos e coelhinhos são apenas símbolos

A Páscoa não é uma época de ovos de Páscoa, apenas. O real sentido da Páscoa ultrapassa o apelo comercial da data, explorado pelas marcas de chocolate, colombas pascoais e pelo turismo de feriado. Tanto para os judeus quanto para os cristãos, a palavra Páscoa significa "passagem".

Os Judeus comemoram na Páscoa a fuga do povo de Israel da escravidão do Egito. A Páscoa judaica é comemorada no princípio do décimo quinto dia de Abide ou Nisã, com a refeição sacrificial. A refeição é composta por cordeiro ou um cabrito inteiro assado, acompanhado de ervas amargas e pães sem fermento, pratos que têm representação dentro da história do povo.

Para os cristãos, a Páscoa é sinônimo da passagem de Cristo da morte para a vida. A Semana Santa católica se inicia no domingo de Ramos, com a chegada de Jesus a Jerusalém e termina no domingo de Páscoa. Cada dia da Semana Santa representa uma passagem na vida de Jesus e no seu martírio, morte e, gloriosamente, ressurreição da carne.

As principais datas nesta semana são: domingo de Ramos, com a chegada de Jesus a Jerusalém; quinta-feira santa, data da instituição da eucaristia e do lava pés; sexta-feira da Paixão de Cristo, ocasião de sua morte na cruz e o domingo de Páscoa, quando as mulheres perceberam que Jesus havia ressuscitado. Os cristãos acreditam que Jesus morreu para tirar os pecados do mundo.


Símbolos Pascais

Já os ovos de Páscoa e coelhinhos são símbolos da Páscoa. O Coelhinho representa a vida, a fertilidade, e era tradicionalmente usado na Alemanha como lúdico da Páscoa. Dizia-se às crianças que os coelhinhos escondiam os ovos no jardim durante a Páscoa e na manhã de Páscoa elas procuravam os ovos. Já os ovos de Páscoa são um costume típico de muitos países, sejam pintados ou de chocolate, os ovos são sinônimo da vida escondida e já fazem parte da Páscoa há muito tempo.

A cruz da Ressurreição é um símbolo da Páscoa católica, ela representa o sofrimento de Cristo e sua ressurreição. O cordeiro simboliza o cordeiro de Deus, Jesus. Ou seja, o sacrifício de Deus, que envia seu Filho em benefício da humanidade. Na Páscoa judaica o cordeiro tem outra representação.

Pão e Vinho na Páscoa católica representam o sangue e o corpo de Jesus, utilizados para celebrar a vida eterna; o círio Pascal, uma grande vela que é acesa no sábado de Aleluia, simboliza a luz dos povos, nela vem escritas as letras Alfa e Ômega, que querem dizer "Deus é o princípio e o fim de tudo".

Por Catharina Apolinário

Comente

Assuntos relacionados: páscoa semana santa judeus