O poder dos chakras

[img=1]

Explicando de maneira simples, segundo o hinduísmo, chakras são pontos magnéticos distribuídos pelo corpo que têm o poder de distribuir energia. Prana é palavra de origem sânscrita traduzida como energia vital.

Pela tradição indiana, os chakras estão relacionados a glândulas e órgãos do corpo, por isso equilibrá-los e desbloqueá-los pode garantir saúde, além de trazer bem-estar físico e mental.

Nada é tão simples como os ocidentais tendem a concluir. Na milenar medicina ayurvédica (indiana) o corpo não é visto como uma máquina para ser analisada em partes. Todas as atitudes diárias (alimentação, atividade física, pensamentos, respiração etc) influem no nosso padrão energético e conseqüente estado de saúde.

São sete os chakras principais e se localizam do topo da cabeça até a base da coluna. Na região entre os órgãos genitais e ânus localiza-se o chakra base; na região do baixo ventre fica o chakra sacral (relaciona-se à sexualidade); acima do umbigo o chakra do plexo solar (centro emocional); no centro do peito, fica o chakra cardíaco . E ainda há o chakra da garganta (expressão psíquica), o frontal (intelecto), entre as sobrancelhas e o chakra da coroa no topo da cabeça (evolução espiritual).

No entanto, não é suficiente estimular simplesmente o ponto relacionado a tal órgão para ter o problema solucionado. A ayurveda prega o trabalho global, requer alinhamento, equilíbrio e acima de tudo, fluidez.

Ioga, massagens específicas, receitas nutricionais, exercícios de respiração e tratamentos com ervas são as práticas que auxiliam no realinhamento energético, segundo a sabedoria indiana. A intervenção física ou química não basta, a harmonia interna e externa é que garante saúde!

Por Karina Conde

Comente