Na palma da mão!

A arte de ler as mãos se tornou mais popular em todo mundo principalmente por causa dos ciganos, que observam através das linhas das mãos o passado, as características de cada um, como também o que pode acontecer no futuro. Antes disso, a prática esteve na China, Tibet, Pérsia e até Egito. Diz a lenda que Júlio César dava tanta importância para isso que escolhia seus homens a partir da aparência das mãos.

A quiromancia é um método complexo de adivinhação e interpretação que se baseia no formato das mãos e em suas linhas - elas apenas nos fornecem algumas noções do futuro. Nada é definitivo, afinal, o livre arbítrio nos permite modificar o rumo dos acontecimentos.

Uma análise quirológica leva em conta a textura, a flexibilidade, a cor das palmas, o formato das linhas e o cruzamento delas, entre outros fatores. Palmas grandes, por exemplo, representam pessoas com raciocínio. Já as mais largas indicam praticidade. O tamanho das mãos também é levado em consideração. Confira os seis tipos mais comuns:

Mão elemental: com poucas linhas e o dedo polegar muito curto. Indicam pessoas relacionadas com tarefas rudes.

Mão Quadrada: o comprimento dos dedos é quase igual ao comprimento da palma. Revelam pessoas práticas e perseverantes.

Mão espatulada: possui a ponta dos dedos em forma de espátulas. Isso demonstra uma pessoa com grande capacidade de ação.

Mão cônica: formada por dedos compridos e palma longa. Tem grande capacidade de criar.

Mão Psíquica: palma e dedos finos. São pessoas extremamente idealistas.

Mão Mista: a mais comum e mistura vários tipos. Revelam pessoas que dispersam seus esforços e energias em diversas direções.

Por Juliana Lopes

Comente

Assuntos relacionados: astral oráculo