Menos sacolas plásticas!

Menos sacolas plásticas

Uma pesquisa Ibope mostrou que as famílias da classe B,C e D usam as sacolinhas plásticas de supermercado para embalar o lixo doméstico. Para conter o uso exagerado dessas sacolas e promover o consumo consciente em supermercados, a Plastivida Instituto Sócio-Ambiental dos Plásticos teve a idéia de promover uma ação para convencer as pessoas a levar para casa apenas as embalagens realmente necessárias e estimulá-las a reusar todas.

Um projeto piloto, chamado Programa de Qualidade e Consumo Responsável de Sacolas Plásticas na Grande São Paulo, foi realizado em 16 lojas de grandes redes (14 das redes Pão de Açúcar e Carrefour e duas de outras bandeiras - Vip e Alvorada) no período de 29 de maio a 29 de junho e trinta dias depois, o resultado foi a redução em 30% no número de sacolas plásticas utilizadas.

O ato de embalar as compras mais pesadas em duas sacolas, uma dentro da outra, também foi combatido pelo programa que estabeleceu a produção e distribuição de sacolas plásticas mais resistentes, fabricadas de acordo com a norma ABNT 14.937 e identificadas com o Selo de Qualidade ABIEF/INP.

Antes da campanha de conscientização, uma pesquisa da SP Trade em 12 supermercados na cidade de São Paulo revelou que 13% dos consumidores utilizavam as sacolinhas em duplicidade e, em 61% dos casos, ocupavam menos da metade da sua capacidade. Com as novas sacolas, que suportam até 6 kg de mercadorias, a duplicidade caiu para 6,3%, e a subutilização, para 32,9%.

Hoje são consumidas no país 18 bilhões de sacolas por ano e o plástico demora centenas de anos para desaparecer. Por isso, pense um usar menos sacolinhas no supermercado ou uma ecobag e adote os verbos da vez: reduzir, reusar, reciclar! Eis o lema!

Por Karina Conde

Comente